Notícia

Surpresa

As revelações bombásticas sobre Trump: Tem medo de ser envenenado e gosta das roupas no chão

As histórias mais constrangedoras sobre o presidente dos EUA são agora reveladas pelo jornalista Michael Wolff em 'Fire and Fury: Inside the Trump White House', com base em mais de 200 entrevistas.
07 de janeiro de 2018 às 12:12
Um presidente que come hambúrgueres na cama às 18h, que grita com os funcionários da Casa Branca quando lhe tiram as roupas do chão e que acredita que dormir com as mulheres dos amigos faz a vida valer a pena.

É assim que Donald Trump é descrito no novo livro do jornalista Michael Wolff, o biógrafo do magnata Rupert Murdoch, e que promete ser uma bomba nos Estados Unidos.

'Fire and Fury: Inside the Trump White House' (fogo e fúria: por dentro da Casa Branca de Trump, na tradução livre) reúne mais de 200 entrevistas com fontes próximas do presidente norte-americano e será lançado em inglês no próximo dia 9. 

Algumas das grandes revelações da obra são sobre o grande medo de Trump de ser envenado, por isso o chefe de Estado dos EUA prefere comer hambúrgueres do MC Donald's trancado no quarto, a ver 3 televisões e a ligar para os amigos para falar mal da imprensa.

Mas o seu medo de ser envenenado não fica por aí. Nos seus primeiros dias na Casa Branca, Trump deu uma ordem muito específica à equipa de limpeza. Ninguém pode tocar em nada no seu quarto, "especialmente a escova de dentes". 

"Se a minha roupa está no chão é porque eu quero que fique no chão", terá dito Trump ao pessoal da limpeza. 

As revelações no livro não ficam por aspetos específicos do presidente. Também a sua filha Ivanka e o marido, Jared Kushner, são mencionados.

De acordo com fontes do escritor Michael Wolff, Ivanka Trump gosta de contar aos amigos a história do tom do cabelo do pai. 

"A cor, dirá Ivanka, é de um produto chamado 'Just For Men' – quanto mais tempo é deixado nos cabelos mais escuro fica", lê-se no livro. "A impaciência de Trump resultou num [tom] loiro alaranjado".

Por seu lado, Trump também terá histórias sobre o marido da filha. O presidente dos Estados Unidos nomeou Jared Kushner um dos seus conselheiros, mas nas costas do marido de Ivanka, descreve-o como um "aproveitador que nunca deveria ter ido a Washington".

Outras fontes alegam que Ivanka e Jared têm um plano semelhante ao dos Clinton, em que as funções do marido na Casa Branca são, na prática, para os 2. E se surgir a oportunidade para a filha mais velha de Trump, ela vai concorrer à presidência.

Wolff descreve em várias momentos como Trump usa os ciúmes e a vingança para levar as mulheres dos seus amigos a dormirem com ele. 

A estratégia é a seguinte: o presidente dos Estados Unidos pede às mulheres dos seus amigos para verem uma conversa entre ele e o respectivo marido. "Ainda faz sexo com a sua mulher? Com que frequência", dirá Trump.

"Fale mais sobre isto. Tenho mulheres a chegar de Los Angeles às 15h. Podemos ir lá para cima e divertir-nos imenso. Garanto", continua.

A mesma fonte que conta esta história acrescenta que Trump diz que dormir com as mulheres dos seus amigos "faz a vida valer a pena". 

O livro de Michael Wolff conta estas e outras hiostórias chocantes, que a serem verdade poderão balançar a presidência norte-americana. A Casa Branca já reagiu ao livro, descrevendo como uma "ficção tablóide de lixo".



Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável