pub

Notícia

Tragédia incêndios

Constança Urbano de Sousa: a ministra que foi de férias em agosto... com a FLASH!

No verão de 2016, em plena época de fogos, a ministra da Administração Interna foi de férias e dançou na festa FLASH! na discoteca BLISS. Este ano não foi de férias mas não resistiu às tragédias os incêndios. Quem é Constança, a ministra polémica?
18 de outubro de 2017 às 19:00
Constança Urbano de Sousa Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo
Constança Urbano de Sousa não resiste a recado de Marcelo
"Todos os dias há qualquer coisa por resolver, nem que seja pelo telemóvel. Uma ministra nunca está de férias", as palavras de Constança Urbano de Sousa em agosto de 2016 à revista FLASH! quando marcou presença numa das nossas festas no Algarve.

Esta ida à festa FLASH! acabou por se tornar numa das maiores polémicas na altura, já que a então ministra da Administração Interna foi acusada de se estar divertir enquanto o país enfrentava o drama dos incêndios. Na altura, Constança assegurou: "Não consigo desligar o botão um único dia. Estou sempre em contacto com os meus secretários de estado, com os meus assessores e a monotorizar tudo o que se está a passar. Não consigo estar um dia inteiro completamente descansada".

Pormenorizava: "Um ministro nunca tem férias ao longo do ano. Pelo menos eu, até agora, não consegui. Aos fins de semana tenho muitos compromissos, sobretudo na área que também tutelo, que é a protec- ção civil e portanto tenho vários compromissos. Nunca tenho uma semana com um dia ou dois completamente livres."

Um ano passado sobre este incidente, as palavras de Constança Urbano de Sousa ganharam novo peso, pois se em 2016 "uma ministra nunca está de férias", em 2017 as férias não gozadas foram reclamadas durante um momento de grande crise.

Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Constança Urbano de Sousa com o filho Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve
Ministra diverte-se em agosto na festa FLASH! no Algarve
"Para mim seria mais fácil, pessoalmente, ir-me embora e ter as férias que não tive", disse a responsável pela pasta da Administração Interna na passada segunda-feira, dia 16 de outrobro, quando confrontada com a hipótese de se demitir após os incêndios que mataram mais 42 pessoas no centro do país. Isto após o drama de Pedrógão Grande, em junho passado, que contabiliza 64 vitimas.

Ao todo, e até ao momento, morreram 106 pessoas na sequência dos incêndios deste verão. 

Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal Imagens mostram inferno das chamas em Portugal
Imagens mostram inferno das chamas em Portugal
Afinal quem é Constança Urbano de Sousa, a agora demissionária ministra da Administração Interna? Nasceu no dia 1 de abril de 1967, tem portanto 50 anos, foi casada com o escultor alemão Matthias Contzen.

Dessa união nasceram dois filhos, Julian e Luca. Viveu durante anos na Alemanha,  onde fez o doutoramento, na Universidade de Sarre, depois de ter estudado Direito em Coimbra.
 Em 1998, a família fixou residência em Portugal.

Antes de chegar ao governo, Constança Urbano de Sousa deu aulas no Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna e foi professora associada de Direito da União Europeia, tal como diretora do Departamento de Direito da Universidade Autónoma de Lisboa.

Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo Rebelo de Sousa tem-se mantido no terreno a acompanhar as operações em Pedrógão Grande Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto
Marcelo e Constança em lágrimas ao falar de bombeiro morto
Indigitada ministra em 2015, Constança Urbano de Sousa garantiu em entrevista à FLASH! que mesmo sendo "uma área maioritariamente masculina" não sentia que ser mulher a minorizasse. "As minhas valências e capacidades nesta área não se medem em função do meu género, sendo ele feminino ou masculino. Nunca senti dificuldades mesmo como professora. Durante muitos anos fui professora no Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna e sempre dei aulas a polícias. Há muitos anos que o faço, é um mundo que conheço muito bem", admitiu.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável