Notícia

Mundo

Convertida ao Judaísmo, Ivanka Trump lidera celebrações do Hanukkah na Casa Branca

A filha de Donald Trump converteu-se à religião quando se casou com Jared Kushner. Veja Donald, Melania e a família adorável de Ivanka nas celebrações na Casa Branca.
11 de dezembro de 2017 às 11:45
Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca
Família Trump festeja o Hanukkah na Casa Branca
A família Trump reuniu-se na Casa Branca para um evento de celebração do Hanukkah, a festa judaica anual.

Recorde-se que Ivanka Trump, a filha mais velha de Donald Trump, converteu-se ao judaísmo quando se casou com o empresário judeu Jared Kushner.

A assessora do seu próprio pai levou os filhos, Arabella, de 6 anos, Joseph, de 4 e Theodore, de 1, à celebração. As crianças mais velhas participaram na cerimónia, acendendo a primeira vela do Menorá, o candelabro de sete braços que é um dos principais símbolos do Judaísmo.

Theodore, Arabella, Ivanka e Joseph Arabella e Joseph com o avô, Donald Trump Jared e Ivanka com os três filhos Ivanka e Joseph Ivanka e Arabella Theodore Joseph Arabella, Theodore e Joseph Ivanka e Arabella Joseph, Theodore e Arabella A família adorável de Ivanka Trump Ivanka e Theodore Jared e Ivanka com os três filhos e Donald Trump Theodore Jared e Ivanka com os três filhos Arabella e Ivanka Ivanka e Joseph Ivanka com Joseph, Theodore e Arabella Arabella e Joseph Ivanka e Theodore Arabella Jared e Ivanka com os três filhos Theodore, Arabella e Joseph Joseph Jared e Ivanka com Arabella e Joseph Ivanka e Theodore Ivanka com Joseph e Arabella Theodore e Joseph Theodore Arabella Theodore Theodore Ivanka e Jared com os três filhos Joseph Ivanka e Joseph Arabella, Theodore e Joseph em Mar-a-Lago
A família adorável de Ivanka Trump
Ironicamente, o evento realizou-se um dia depois de Donald Trump ter declarado Jerusalém como capital de Israel, uma notícia que foi recebida com críticas tanto pelos aliados da América como pelo mundo árabe e islâmico.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável