Notícia

Polémica

Eduardo Madeira para a mulher: "Gosto dela com as mamocas algo descaídas por já ter sido mãe"

Humorista deixa mensagem de apoio a Joana Machado Madeira, que foi duramente criticada nos últimos dias por causa do que publicou nas redes sociais.
28 de agosto de 2017 às 17:34
...
Eduardo Madeira para a mulher: "Gosto dela com as mamocas algo descaídas por já ter sido mãe"
Depois de ter visto a mulher ter sido muito criticada nas redes sociais, nomeadamente por ter partilhado uma foto onde mostra ter as maminhas descaídas, Eduardo Madeira veio agora em "socorro" da companheira, deixando-lhe um elogio público na sua página de Facebook, assumindo que apesar de Joana não ter as curvas da top model Sara Sampaio, gosta muito dela.

O humorista assegura ainda que gosta das "mamocas algo descaídas por já ter sido mãe. Mas muito boas mesmo assim". 

Recorde-se que Joana usou linguagem mais dura para responder a alguns comentários nas redes sociais: "Chamar-me Ridícula por ter postado uma foto na praia? Mas está tudo louco? Hoje não me apetece chatear por isso vou contar até 10 e mandar a Querida Manuela e os outros iguais a ela para o "caralhi***".

Depois, voltou a reagir, comentando o polémica que os primeiro comentário originou: "As minhas mamas estão ser discutidas por toda a internet como se fosse a coisa mais importante que Portugal tem para discutir. Enquanto isso, pagamos todos a segurança social do mês passado e ficamos bem caladinhos. Porra, que este país assim não avança!"

Agora, para tentar acalmar a situação, ou quiçá acordar a polémica, Eduardo Madeira deixa mensagem pública a Joana:

"
A Coisinha não tem as formas da Sara Sampaio. Mas eu gosto mais dela do que da Sara Sampaio. E isto é genuino. 

Gosto dela com as suas curvas. Gosto dela com as mamocas algo descaídas por já ter sido mãe. Mas muito boas mesmo assim. Gosto dela com estrias como as tigresas. E da barriguinha sexy como a das bailarinas árabes. Gosto da sua irreverência. Da sua inocência. Da sua esperteza saloia. De quando a consideram ridícula. E de quando o é de facto. Do seu sotaquezinho alentejano. Até consigo gostar da sua impertinência que, por vezes, me provoca iras vezuvianas. E gosto acima de tudo da alegria contangiante que consegue meter em tudo. Uma alegria que, a certa altura, me pode ter salvo. Joana Machado Madeira, sei que esta música não é do teu tempo, quase já não é do meu, mas... i love just the way you are", escreveu Eduardo Madeira.



Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável