Notícia

Insólito

Fátima Lopes vítima de burlão

O homem foi ao estúdio do 'A Tarde É Sua', na TVI, na pele de sem-abrigo, como sendo a pessoa com mais desgraças em Portugal. Só que, afinal, era só o maior burlão nacional. Fez choradeira e a experiente apresentadora caiu na armadilha. Foi agora condenado a cinco anos de prisão.
Por João Bénard Garcia | 23 de julho de 2017 às 16:24

Foi há precisamente quatro anos que a apresentadora Fátima Lopes, da TVI, recebeu no estúdio do programa 'A Tarde É Sua' o maior burlão português da atualidade e até chorou com ele. Não porque soubesse dos seus ardis e falcatruas, mas porque foi enganada pelo homem e também pela equipa que lhe alimenta o programa com histórias.

Os colegas de bastidores de Fátima acharam ter descoberto um furo jornalístico das arábias, daqueles com todos os  ingredientes de desgraças, mas o achado sai-lhes furado. António Mendes Buco – assim se chama o senhor, então com 61 anos –, apresentou-se à TVI como sendo o homem com mais infortúnios na vida por metro quadrado, mas era tudo mentira e a estação de Queluz de Baixo caiu na armadilha.

...

António Buco fez-se passar por sem abrigo nas ruas do Porto. Disse que dormia num banco das urgências do hospital de São João, na invicta. Contou que tomava comprimidos só com água e sem comer. Disse depender da ajuda da Legião da Boa Vontade para sobreviver. Pedir uma esmola nunca. Isso estava fora dos seus princípios. Nunca se humilharia a esticar a mão à caridade alheia. Logo ele que tinha sido um homem rico e importante.

A APRESENTADORA OUVIU A HISTÓRIA QUASE EM LÁGRIMAS

A história que contou a Fátima Lopes no estúdio, naquela tarde de 15 de Julho de 2013, era digna de fazer chorar as pedrinhas da calçada e a apresentadora esteve a um passo de as verter, as lágrimas.

...

Segundo António Buco, a mulher seria médica, a filha ter-se-ia licenciado e uma irmã teria morrido com as outras duas, três anos antes, num grave acidente que envolveu vários automóveis em cadeia na A25, a estrada que liga Aveiro a Vilar Formoso, no centro do País. A história do choque em cadeia, essa, pelo menos, era verdadeira.

"Tínhamos uma vida sem problemas", concluiu o burlão afamado, aqui no papel de um sem abrigo muito coitado, que já esteve bem na vida e tinha sido proprietário de três abastadas ourivesarias, e que teria perdido tudo em menos de três anos.

Em direto, o convidado do 'A Tarde É Sua' nunca mais parava de desfiar episódios de uma vida mais do que desgraçada.

"As coisas começaram a andar para trás. Tive um primeiro assalto em que me levaram 1,5 milhões de euros em ouro e prata; e um segundo assalto em que me levaram 2,5 milhões e uma carrinha nova", relatou, com os olhos raiados de lágrimas e o olhar de um convicto derrotado a quem "um" banco tinha penhorado a casa. "Fiquei na rua, sem nada", acrescentou o homem que, desde 1980 já cometeu 41 crimes e passou vários anos na prisão. Para onde voltou este mês… para cumprir mais cinco anos por burlas e falsificações.

Leia estes, e outros pormenores, na revista TV Guia que esta semana chegou às bancas.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável