Notícia

Nacional

Gentil Martins pede desculpa à mãe de Ronaldo, depois de ter dito: "Aquela senhora não lhe deu educação nenhuma"

O reconhecido cirurgião pediátrico, que culpou a mãe de Cristiano Ronaldo por ajudá-lo na questão das barrigas de aluguer, reitera as suas ideias mas explica que não teve intenção de ofender Dolores Aveiro.
Por Isabel Laranjo | 16 de julho de 2017 às 18:49
António Gentil Martins acusa Cristiano Ronaldo de ser "um estupor moral" por recorrer a barrigas de aluguer. E, em entrevista ao 'Expresso' apontou o dedo a Dolores Aveiro, a grande cúmplice do filho.

O médico, reconhecido internacionalmente pelas cirurgias de separação de gémeos siameses, vem agora desculpar-se, um dia após a polémica. "Dada a celeuma, que nunca desejaria que tivesse acontecido, gostaria desde já esclarecer que me limitei a responder a perguntas directas dos entrevistadores do 'Expresso'", começa por explicar, em comunicado.

Gentil Martins mantém tudo o que disse mas garante: "Nunca foi minha intenção ofender a mãe de Ronaldo, pessoa que não conheço pessoalmente". Depois de, ontem, ter dito ao 'Expresso': "Penso que uma das grandes culpadas disto é a mãe dele. Aquela senhora não lhe deu educação nenhuma".

Quanto às barrigas de aluguer e ao recurso a este método, o médico não desarma.

"Quanto a Ronaldo não ser exemplo, referia-me exclusivamente à escolha por barrigas de aluguer, permitidas por lei, mas das quais discordo totalmente, quer como pediatra quer como Ser Humano", explicou este domingo.

Tal como na entrevista, realça: "Isso nada tem a ver com os excepcionais méritos desportivos de Ronaldo" e acrescenta: "Nem com a sua generosidade para com Instituições Sociais e crianças com dificuldades".

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável