pub

Notícia

Polémica

Goucha escreve carta aberta ao pai: "O maricas fez-se um homem"

O apresentador sofreu com a homofobia do pai que lhe chamou "maricas", quando Goucha era somente uma criança de 9 anos Apresentador da TVI queixa-se também da falta de tempo da mãe para lhe dar afeto.
Por Isabel Laranjo | 17 de julho de 2017 às 14:09
Manuel Luís Goucha apresenta-se agora com barba Manuel Luís Goucha apresenta-se agora com barba A única fotografia de Manuel Luís Goucha com o pai, Luís Filipe. O casamento entre os pais do apresentador, que tem um irmão mais novo, durou apenas 3 anos. Rui Oliveira é o companheiro de Manuel Luís Goucha há cerca de 15 anos. O apresentador usa aliança há cerca de um mês mas o casal ainda não está unido pelos laços oficiais do matrimónio. Manuel Luís Goucha conta que quase não viu o pai, que era divorciado da mãe, durante a infância e juventude. Aos 9 anos, numa visita, o progenitor chamou-lhe "maricas". Maria de Lourdes, hoje com 94 anos, criou os filhos sozinha e acabou por ser forçada a ser uma mãe ausente, o que também marcou o apresentador. Manuel Luís Goucha e Teresa Guilherme quando trabalhavam juntos e todos pensavam que eram um casal, nos anos 90. Manuel Luís Goucha é hoje um dos apresentadores mais queridos do público mas arriscou perseguir o seu sonho, sem certezas, ao sair de Coimbra sem nada, aos 18 anos de idade. Manuel Luís Goucha no seu monte alentejano, onde costuma passar os seus dias de descanso. Cristina Ferreira é a atual parceira de programa das manhãs, de Goucha, o 'Você na TV!' e também uma amiga, que lhe ligava todos os dias quando o apresentador esteve, recentemente, doente. Manuel Luís Goucha é um amigo dos animais: na quinta alentejana tem vários cães. Faneca, a gata do apresentador Manuel Luís Goucha, é a companheira de 4 patas residente em Fontanelas, a casa habitual de Goucha. Manuel Luís Goucha e Rui Oliveira a trabalharem a terra no monte do Alentejo. Manuel Luís Goucha: casamento, preconceito e falta de afetos Manuel Luís Goucha: casamento, preconceito e falta de afetos Manuel Luís Goucha: casamento, preconceito e falta de afetos Manuel Luís Goucha: casamento, preconceito e falta de afetos O apresentador fez questão de dar uma justificação sobre o texto, no programa da manhã, 'Você na TV' Goucha tem sido alvo de vários comentários negativos após o texto publicado no seu blogue, 'O cabaré do Goucha'
Manuel Luís Goucha: casamento, preconceito e falta de afetos
Manuel Luís Goucha é hoje um homem realizado mas a sua vida começou com o pé esquerdo. O casamento dos pais durou apenas 3 anos e o apresentador, de 62 anos de idade, não esquece um episódio traumático da sua infância.

A carregar o vídeo ...
;
Naquele dia, há 53 anos, o pai foi visitar a antiga família (Goucha tem um irmão mais novo) e reagiu mal quando Maria de Lourdes lhe contou com que o filho mais velho "gostava era de teatro, de ópera, de música e bailado clássicos…".

É numa carta aberta ao pai, que publica no seu blogue, 'Cabaret do Goucha', que o apresentador de 'Você na TV!' recorda as palavras abruptas e homofóbicas do pai. "Lembras-te de como reagiste? Recordo-o, como se o tivesses acabado de dizer:'Eentão temos um maricas na família!'".

Manuel Luís Goucha e Rui Oliveira a trabalharem a terra no monte do Alentejo. Manuel Luís Goucha e Rui Oliveira no monte alentejano Manuel Luís Goucha: é tempo de tratar das flores Manuel Luís Goucha e Rui Oliveira a prepararem os canteiros para a primavera É tempo de regar no monte que Manuel Luís Goucha tem no Alentejo
Manuel Luís Goucha e Rui Oliveira: Vida feliz no monte alentejano

E conta ainda que, apesar da tenra idade, já se tinha apercebido que era diferente dos outros meninos, assumindo a homossexualidade. "Apesar dos tempos serem de calar a diferença, já havia percebido que eram alguns homens que faziam pulsar o meu, ainda pouco decifrável, desejo". 

A "VINGANÇA" DE GOUCHA

Aos 18 anos, Manuel Luís saiu de uma Coimbra conservadora "onde a minha mãe era apontada por ter um amante, a sua segunda relação, porque o divórcio só veio depois do 25 de Abril", revelou em entrevista à colega Cristina Ferreira, "à procura do sonho e de fazer alguma coisa de jeito na minha vida".

Subiu a pulso. Chegou a Lisboa em 1973 e só uma década depois, em 1984, teve o seu primeiro contacto com a fama: fez um pequeno papel no filme 'Crónica dos Bons Malandros'.

Manuel Luís Goucha sentiu uma forte pontada e foi internado de urgência com uma embolia pulmonar que poderia tê-lo morto, como o próprio revelou a Cristina Ferreira. O cansaço extremo, motivado pelo excesso de trabalho, terá sido a razão desta doença súbita do apresentador que, em poucos dias, viajou entre Lisboa, Fátima e o Douro, para fazer o programa 'Masterchef - Celebridades' e a reportagem especial sobre os 100 anos das aparições. Cristina Ferreira tem telefonado todos os dias ao colega e amigo. Goucha ligou, em direto, para o 'Você na TV!' a contar tudo o que se passou. Manuel Luís Goucha e o companheiro, Rui Oliveira. O casal ia a caminho do Alentejo quando o apresentador se sentiu mal e, após ligar ao seu médico, teve que voltar de imediato para Lisboa e ir às urgências hospitalares. Manuel Luís Goucha é um amigo dos animais: na quinta alentejana tem vários cães. O corpo deu sinais de cansaço extremo que Goucha desvalorizou o que lhe poderia ter custado a vida. Após as férias alentejanas, o casal iria viajar para Marrocos. O voo teria, muito provavelmente, sido, segundo o médico assistente do apresentador, fatal. Goucha afirmou, após a reportagem especial sobre as aparições de Fátima, que não acreditava nesses acontecimentos. Agora, após o susto, disse a Cristina Ferreira que começa a ter fé. Rui Oliveira e Manuel Luís Goucha irão, após a alta hospitalar do apresentador, ter algum tempo para descansar e gozar as tão necessárias e desejadas férias.
Manuel Luís Goucha em risco de vida por causa de excesso de trabalho
Apresentou programas de culinária, alguns infantis, e durante vários anos foi o rosto das manhãs da RTP, no programa 'Praça da Alegria'. Mudou-se para a TVI em 2002, também para as manhãs, onde apresentava 'Olá Portugal' e por lá ficou, até hoje.

Na mesma carta, recordando a sua ascensão na vida, vinga as palavras do pai: "O maricas fez-se homem, balizando-se em valores que considera justos e universais, pouco ligando ao juízo dos de fora, quando o único que me interessava, o da mãe, escutei-o aos dezoito, já eu era por minha conta e risco: 'só quero que sejas feliz!'".

A AUSÊNCIA DA MÃE

Assume-se como um "menino da mamã" mas chora ao recordar a infância e juventude, em Coimbra. "Nunca nos faltou nada, faltou-nos afeto", confessou, na mesma entrevista, a Cristina Ferreira. "A minha mãe saía de casa nós estávamos a dormir. Entrava em casa, estávamos a dormir. Trabalhava das 8 da manhã, como manicura, até às 11 da noite, se fosse preciso". 

Manuel Luís Goucha confessa que já quis morrer (vídeos)
Manuel Luís Goucha confessa que já quis morrer (vídeos)
A mãe era, naquela altura "uma super mulher, corajosa". E a falta de afeto não era propositada. Maria de Lourdes trabalhava arduamente para criar os 2 filhos e, apenas e só por isso, era ausente. Mais tarde, Goucha confessa que descobriu na mãe "uma mulher frágil, que não foi amada, que não gozou a vida". E chorou ao imaginar que um dia a mãe, de 94 anos, partirá.

Mais notícias de Mundo

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável