Notícia

casa real

Irmã de Meghan Markle acusa-a de não ajudar o próprio pai, que está falido

Samantha Grant, a meia-irmã de Meghan Markle, volta a criticar o seu comportamento da noiva de Harry, que se afastou da família.
11 de janeiro de 2018 às 10:22

Depois de criticar o comportamento da irmã enquanto futura duquesa e de ameaçar lançar um livro inédito - 'The Diary of Princess Pushy’s Sister' - com revelações de Meghan, Samantha Grant voltou a atacar a ex-atriz.  

Desta vez, a meia-irmã que continua presa a uma cadeira de rodas, acusou-a de gastar fortunas em vestidos, em vez de ajudar o pai Thomas, que está falido. "Se podes gastar 63 mil euros num vestido, também podes gastar 63 mil euros com o teu pai", atacou Samantha. 

A mulher, de 52 anos, referia-se ao vestido que Meghan usava nas fotografias oficiais do noivado. O modelo da marca 'Ralph & Russo' custa a modesta quantia de 63 mil euros. 

Samantha revelou à imprensa britânica que o seu pai Thomas estaria a ultrapassar momentos difíceis, uma vez que tem estado a cuidar da sua perna para que possa caminhar sozinho dia 19 de maio, na Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, onde irá ser realizado o casamento real. 

Depois da especulação sobre se o pai de Meghan estaria presente no casamento da própria filha, Samantha durante uma entrevista em televisão referiu: "A menos que um avião caia no telhado, ele estará presente."

Recorde-se que Samantha Grant, é filha de Thomas Markle, o pai de Meghan. A escritora norte-americana foi diagnosticada com esclerose múltipla há quase uma década, e afirma que irmã não a vê desde então. Porém, foi desde a oficialização do romance com o príncipe Harry que Samantha começou a atacar a irmã, acusando-a de ser "narcisista", "hipócrita" e de não querer saber da família. 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável