Notícia

Polémica

Jornal alemão insiste na violação de Ronaldo e diz que o jogador até baixou o valor do acordo pago à vítima

Na edição desta semana o jornal 'Der Spiegel' volta a fazer notícia da alegada violação de Cristiano Ronaldo a uma jovem e apresenta documentos que garantem que o futebolista pagou centenas de milhares de euros num acordo fora do tribunal.
Por Rui Teixeira | 21 de abril de 2017 às 18:53
Em 2005, com apenas 20 anos, Ronaldo foi acusado de ter abusado de uma mulher, num hotel de Londres. Em 2005, quando se debateu, pela primeira vez, com o drama de ser acusado de violação, Ronaldo era ainda um jovem inexperiente e acabado de chegar a um país estrangeiro. Sir Alex Fergunson ficou encantado com o português Em 2005, aquando da primeira suspeita de violação, com um dos muitos troféus que já arrecadou. Cristiano Ronaldo sempre contou com o apoio da família. Na foto com a irmã mais velha, Elma Aveiro. Aqui, os irmãos no funeral do pai, Dinis Aveiro, falecido em setembro de 2005 Katia Aveiro, que na altura já tentava uma carreira na música e usava o nome artístico 'Ronalda' com o irmão. O craque numa sensual produção fotográfica para uma marca de 'jeans' nessa época. O próprio apresentou-se na esquadra, foi detido para interrogatório e acabou ilibado, dessa primeira acusação de violação Cristiano Ronaldo notabilizou-se em Inglaterra. De Manchester, onde chegou no final de 2005, transferiu-se para o Real Madrid, em 2009, naquela que foi uma transferência histórica e milionária O entusiasmo, perante o terreno de jogo, de Ronaldo e de Sir Alex Ferguson. Sir Alex Ferguson, o mítico treinador britânico, ficou fascinado com o futebol de Ronaldo. Cristiano Ronaldo numa piscina de Las Vegas, em julho de 2009. Terá sido nesta altura que uma segunda mulher o acusou de violação, no caso que agora vem a lume e é desmentido por um dos seus advogados. Pendente com a "marca" CR7. O craque é conhecido pelo seu estilo peculiar. A apanhar sol numa varanda, Ronaldo mostra o seu corpo atlético Cristiano Ronaldo descontraído num momento de descanso. Em agosto do ano passado, em mais umas férias na América, foi apanhado com a modelo Cassandra Davis. Em Miami, com a modelo Cassandre Davis, em agosto de 2016, quando já teria recorrido à clínica de inseminação artificial. O jogador numa piscina em Miami, outro dos seus destinos favoritos. Cristiano Ronaldo com o na altura cunhado e grande amigo José Pereira, mais Irina na piscina de um hotel de luxo em Nova Iorque, EUA, em 2010. Cristiano Ronaldo, durante a sua estadia nos Estados Unidos, em 2009, esteve sempre rodeado de mulheres, de dia na piscina, à noite nas discotecas Ronaldo dentro do seu Bugatti. O craque pode ter tudo aquilo que o dinheiro é capaz de comprar. Cristiano Ronaldo volta a ser acusado de violação, 12 anos depois de o ter sido, pela primeira vez.
Ronaldo volta a ser acusado de violação

A revista alemã 'Der Spiegel' volta a carga este fim de semana com o caso da alegada violação de Cristiano Ronaldo a uma mulher, nos Estados Unidos da América, em 2008. A publicação garante que o futebolista terá mesmo escrito ao seu advogado a exigir para baixar o valor do acordo com a alegada vítima.

"Tem de ser mais baixo", terá escrito Ronaldo. A mulher terá pedido 950 mil dólares e Ronaldo acabou por pagar 375 mil dólares.

A notícia no site do jornal alemão

O caso ganha ainda outros contornos quando a publicação germânica apresenta documentos obtidos na plataforma Football Leaks, revelando que a jovem chamou a polícia e foi levada para centro médico universitário de Las Vegas, aparentando sofrer alguns ferimentos.

Um dos documentos apresentados pelo 'Der Spiegel', uma carta de confidencialidade, tem uma assinatura que o jornal garante ser do próprio Cristiano Ronaldo.

A carta de confidencialidade com a assinatura de Ronaldo.

Recorde-se ainda que a Gestifute, agência que gere a carreira de Cristiano Ronaldo, já desmentiu a notícia, emitindo mesmo um comunicado. "O Jornal alemão Der Spiegel publica uma extensa notícia sobre uma alegada acusação de violação que, segundo se refere, teria sido feita a Cristiano Ronaldo em 2009, ou seja, há cerca de 8 anos. Trata-se de uma peça de ficção jornalística (...) A reportagem do Der Spiegel é falsa e Cristiano Ronaldo agirá contra esse órgão de comunicação social por todos os meios ao seu alcance. A imputação de uma violação é uma acusação nojenta e ultrajante que não pode ficar em claro".

Mais notícias de Mundo

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
joao Há 2 dias

claro cr7 marca que se farta ao bayern e os alemaes andam ressabiados, lixo com esta noticia ainda e pouco, nao vale nada. Mesmo que seja verdade que interessa esta noticia??? nao entendo


Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável