Notícia

Casas reais

Juan Carlos foi a presença surpresa no aniversário do genro mas, afinal, a amante também estava em Genebra

O rei emérito foi a presença surpresa no 50.º aniversário de Iñaki Urdangarín, marido da infanta Cristina. Com a filha a viver na Suíça, Juan Carlos viajou até Genebra, mas veio a saber-se agora que Marta Gayá, a sua eterna "confidente", encontrava-se na cidade suíça.
17 de janeiro de 2018 às 15:55
Este poderá ter sida a última festa de aniversário de Iñaki Urgandarín em liberdade, já que o genro do rei emérito Espanha poderá ter de cumprir pena de prisão pelo seu alegado envolvimento no caso Nóos. Recorde-se que o marido da infanta Cristina foi acusado dos crimes de prevaricação, desvio de capitais, fraude, tráfico de influência e delitos contra o tesouro, e, por isso, condenado a seis anos e três meses de prisão.

Assim sendo, Juan Carlos viajou de Madrid para Genebra para felicitar o genro, embora as relação entre eles não seja a melhor já que foi por causa de Urgandarín que o atual rei emérito se viu obrigado a abdicar do trono em favor do seu filho Felipe. Pelo que não deixou de ser surpreendente a presença de Juan Carlos na festa do 50.º aniversário do genro.

Porém, descobriu-se agora, num exclusivo do site 'Vanitatis', que quem também se encontrava em Genebra era Marta Gayá. Tal como já noticiado pela FLASH!, Marta foi o grande amor do monarca, conforme o próprio o confessou numa conversa gravada pelo CESID nos anos 90.

A questão que agora se coloca é se Juan Carlos aproveitou a viagem para se encontrar com a sua "confidente" de uma vida.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável