Notícia

Casas Reais

Kate e William em pânico: Mulher é presa depois de invadir colégio do príncipe George

As autoridades oficiais garantiram entretanto que estão a colaborar com o colégio, para que a segurança no local seja reforçada.
14 de setembro de 2017 às 14:17
Uma mulher britânica de 40 anos foi presa depois de ter invadido Thomas’s School, no bairro de Battersea, o novo colégio do príncipe George.

No dia anterior à sua detenção, a mulher tinha convencido os funcionários que ia visitar uma das crianças, e conseguiu entrar, ainda que de forma breve, dentro da escola. Acabou por fugir quando confrontada pelos contínuos.

Já na quarta-feira – o dia seguinte – a mulher voltou a ser vista nas imediações do colégio e acabou por ser detida por polícias à paisana, por "tentativa de assalto". Na altura, George, de 4 anos, já tinha ido para casa almoçar.

O incidente deixou os duques de Cambridge, Kate e William, em pânico, causando preocupação no seio da família real britânica e também entre os súbditos, uma vez que se tratou de uma falha na segurança e proteção do herdeiro da coroa britânica. "E se tivesse sido um terrorista?" é a pergunta colocada pelo 'Daily Mail'.

A carregar o vídeo ...
;
As autoridades garantiram entretanto que estão a colaborar com o colégio, para que a segurança no local seja reforçada. "A polícia faz parte dos esquemas de segurança e proteção do príncipe, e trabalhará em estreita colaboração com a escola, que é responsável pela segurança do edifício", pode ler-se em comunicado oficial.

O príncipe George já regressou entretanto à escola esta quinta-feira.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável