Notícia

Exclusivo

Ljubomir troca TVI pela praia dos "donos disto tudo"

A TVI tem em mãos uma batata quente que não consegue descascar: Ljubomir nem quer ouvir falar de uma nova edição do sucesso televisivo 'Pesadelo na Cozinha'. Para já mudou-se para a Comporta, a praia discreta de Ricardo Salgado, e por lá revolucionou um restaurante: o Sem Porta!
Por João Bénard Garcia | 23 de agosto de 2017 às 14:54

Gostava de voltar a ver o chef Ljubomir Stanisic em 'Pesadelo na Cozinha' na TVI? Gostava... mas vai ser difícil. Tudo porque tão cedo não o vai voltar a ver a dar cabo do juízo a cozinheiras, empregados de mesa ou a donos de restaurantes de norte a sul de Portugal.

O site FLASH! apurou que o cozinheiro que veio do Leste nem quer ouvir falar, para já, do seu regresso à televisão, a não ser que a TVI aumente e muito o seu caché, igualando o valor que Cristina Ferreira aufere por mês: 40 mil euros.

O valor pago a Ljubomir pela temporada não se compara com os prémios internacionais granjeados e os convites que o cozinheiro tem recebido pelo país fora para trabalhar.

De prémio internacional falamos do que conquistou com o seu Bistro 100 Maneiras no Chiado, em Lisboa, e que o reconheceu como "o melhor o restaurante do mundo em 2017", um galardão atribuído pela conceituada 'Monocle', revista internacional de tendências e lifestyle.

A carregar o vídeo ...
;

CHEGOU À PRAIA DOS RICOS... E REVOLUCIONOU AQUILO TUDO!

É que Ljubomir tem mais que fazer do que programas de culinária. Isto porque ele é o novo "dono disto tudo"... na praia dos milionários. Neste verão, o jugoslavo mudou-se para a Comporta, ou melhor, para o Pêgo. Recebeu um convite que os responsáveis pelo restaurante do Hotel Sublime, num 'resort' de cinco estrelas na Comporta, em Grândola, lhe fizeram e está a gerir a cozinha desse espaço que ele "revolucionou", no bom sentido, em apenas 3 meses.

Se a elite que frequenta a Comporta esperava um espaço requintado e sublime, como o nome do hotel indicava, desenganaram-se pois o irreverente Ljubomir Stanisic chegou e mudou tudo: o restaurante chamava-se Celeiro passou a chamar-se Sem Porta, depois plantou uma grande horta com muitos feijoeiros, vegetais que brotam sem químicos, com uma secção só de ervas finas, com 300 espécies, e instalou um ringue no meio da mata. Sim, um ringue, leu bem. E tudo desenhado pelo punho dele.

A carregar o vídeo ...
;

O jugoslavo Ljubomir instalou o "Food Club", o tal ringue, onde, de cada vez, 12 pessoas, ao jantar, podem degustar os seus pratos, e os dos seus chefs convidados (na pele de adversários, claro), em 15 singelos rounds... para quem aguentar tantos murros no estômago. E tudo isto por 125 euros por pessoa.

HOTEL DO DOURO EM ANDAMENTO, RESTAURANTE NOVO EM LISBOA

Enquanto o chef se diverte e fazer comida no meio do campo e também a tirar umas férias com os filhos e a mulher, Mónica, na Costa Alentejana, prepara-se para abrir, por volta de outubro, o novo espaço do restaurante 100 Maneiras no Chiado, em frente ao seu bristo premiado.

O projeto Terroir, que abraçou em finais de 2016 no hotel Douro Six Senses, em Peso da Régua, no Douro, está a andar em velocidade de cruzeiro e já nem precisa da presença em permanência do timoneiro Ljubomir.

Agora a novidade do cozinheiro que a televisão transformou em fenómeno é mesmo o Sem Porta, às portas da Comporta, cuja cozinha divide com um chef iraniano, seu amigo chamado Salar Kayhan, mas que em outubro rumará à cozinha do novo 100 Maneiras em Lisboa, passando a pasta da Comporta ao colega Manuel Maldonado, apresentado e considerado por Ljubomir - e pela crítica em geral - como uma das maiores promessas da culinária feita por um português.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável