Notícia

Sofrimento

Lourenço Ortigão chora a morte do avô materno: "Amo-te tanto"

O ator de 28 anos começa o ano com uma notícia trágica: José, o seu avô materno faleceu. Depois de a mãe, Carolina Ortigão Pinto, publicar um texto emotivo, agora Lourenço mostra o seu sofrimento.
05 de janeiro de 2018 às 13:29
Notícia atualizada

Lourenço Ortigão está a passar por um momento de perda e saudade devido à morte do avô materno, José Manuel de Aragão, qeu faleceu aos 84 anos. A notícia foi dada primeiro pela mãe do ator, Carolina Ortigão Pinto, no Facebook, mas na tarde desta sexta-feira o ator decidiu abrir o seu coração.

"Meu querido avô... Um lutador, que nunca se queixou, mesmo nos momentos mais difíceis. Que nos adorava, nos fez sorrir até ao último dia com os seus olhos brilhantes de cada vez que olhava para nós. Sempre carinhoso, agradecendo todos os pequenos gestos com uma humildade e dignidade inabaláveis", começa por escrever o ator de 28 anos nas redes sociais.

"Sempre orgulhoso da minha mãe, do meu pai, de mim e dos meus irmãos com palavras de incentivo e apoio e sem medo de expressar o quanto nos admirava e adorava. Com o seu feitio especial, que me conseguia fazer rir com cada crítica que fazia ao meu cabelo ou a barba. Odiava laranjas e alho, presente que eu oferecia todos os dias que o visse e que nunca cansou uma gargalhada honesta e babada de amor e cumplicidade", continua.

Lourenço Ortigão recorda "momentos a sós" em que os 2 tentavam ver "quem tinha mais força no braço de ferro", e menciona ainda os "conselhos" e as conversas sobre "desporto ou política ou simplesmente a falar da vida".

"O seu olhar interessado a ouvir com orgulho as minhas viagens, conquistas e experiências. Sempre com uma opinião honesta e perspicaz sobre todos os meus projetos, fosse mais ou menos do seu género de gosto, que via nem que fosse para poder dizer 'eu vejo-te todos os dias, meu querido neto'. Com uma paixão pelos carros partilhada com o meu irmão Tomás".

José Manuel de Aragão, natural de Guimarães, foi o único avô que Lourenço conheceu. "Obrigado, 'Shô Zé', o seu bandido estará sempre aqui em baixo a enchê-lo de orgulho com muitas mas mesmo muitas saudades e com um aperto gigante no peito e lágrimas a escorrerem-lhe pela cara por não o ter neste momento aqui ao seu lado. Amo-o tanto", termina a mensagem.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável