Notícia

Mundo

Michael Douglas nega comportamento sexual impróprio em frente a funcionária

"Os meus filhos ficaram muito perturbados", revelou o ator, de 73 anos, casado com Catherine Zeta-Jones.
10 de janeiro de 2018 às 14:12
Michael Douglas fez questão de negar, em entrevista, as alegações de uma antiga funcionária, que o acusara de se ter masturbado em frente a ela em 1985.

Em conversa com o 'Deadline', o ator, de 73 anos, explicou que a mulher contou a história à revista sensacionalista 'The Hollywood Reporter'.

"É muito doloroso. Tenho orgulho da minha reputação. Não tenho 'esqueletos no armário'. Acho incrível que alguém diga uma coisa destas 32 anos depois", começou por dizer.

Douglas, que é pai de Cameron Douglas, de 39 anos – da sua 1.ª mulher, Diandra Luker – e dos adolescentes Carys, de 14 anos, e Dylan, de 17 – do seu casamento com a atriz Catherine Zeta-Jones – falou também do impacto negativo que as alegações tiveram nos filhos mais novos.

"A parte que mais me magoou foi ter de falar de uma coisa destas com a minha mulher e os meus filhos. Os miúdos ficaram muito perturbados, têm de ir para a escola preocupados se isto vai aparecer em algum artigo. Estão assustados e muito desconfortáveis", revelou.

O ator de 'O Jogo' reforçou então a convicção de que a queixosa só queria extorquir dinheiro com a história. "Isto de ir diretamente aos jornais ou seja lá o que for, isto cheira a algo de errado", afirmou.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável