Notícia

Exclusivo

Mulher de ex-funcionário de Teresa Guilherme acusa a apresentadora: "Ela quase que destruiu a nossa relação"

Sara Morgado, companheira de Pedro Alves, ex-funcionário de Teresa Guilherme, aponta o dedo à apresentadora de televisão e afirma que o "inferno" em que o namorado viveu, quase que os levou à ruptura. Saiba toda a história.
Por Carolina Pinto Ferreira | 03 de fevereiro de 2018 às 21:00
Teresa Guilherme enfrenta o ex-funcionário, Pedro Alves, em tribunal. O homem de 36 anos de idade acusa a apresentadora de "escravidão"  e de, em onze anos, nunca lhe ter querido dar um contrato de trabalho. "Nunca sequer quis ouvir falar disso. Era impensável, na cabeça dela, ter direito a subsídio de férias, de Natal, ter 22 dias de férias por ano... Era escusado!", conta. 

Agora Pedro Alves decidiu avançar para a Justiça onde pede uma indemnização de "cerca de 44 mil euros por todos os subsídios que nunca lhe pagou, as férias que nunca gozou e os danos morais que tudo isto lhe causou". 

A carregar o vídeo ...
Mas não foi só na vida profissional que Teresa Guilherme causou problemas ao ex-funcionário. Quem o afirma é Sara Morgado, a companheira de Pedro Alves, que dizer ter vivido "um inferno" durante o tempo que o seu mais-que-tudo trabalhou para a apresentadora. "Quando nos conhecemos ele já trabalhava para ela há um ano. Foi uma luta. Ela impediu que o Pedro tivesse tempo para viver. Ele vivia constantemente focado na Teresa. Cheguei a ter ciúmes da atenção que ele lhe dava. Ele punha-a à frente de tudo. Ela consumia-o", explica.

A companheira de Pedro garante ainda que o rapaz esteve "dez anos sem umas férias a sério" e que, várias vezes, "tiveram que dormir em casa" da "rainha dos reality shows".

Sem papas na língua, Sara Morgado desabafa: "Ela quase que destruiu a nossa relação e causou-nos muitos problemas porque ele dedicava muito tempo ao trabalho. Por isso é que, desde 2016, quando ele decidiu que só iria trabalhar as 40 horas semanais, começaram a haver conflitos."

Para além de tudo isto, a rapariga garante que Teresa Guilherme "é uma pessoa que se sente muito sozinha, que requer muita atenção dos outros. Faz tudo para que as pessoas estejam sempre ao pé deça. Corta as asas às pessoas para que elas continuem por perto". 

Sara Morgado afirma ainda que "o Pedro sofreu muito com tudo isto. Tornou-se uma pessoa insegura e retraída". 


Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável