Notícia

Polémica

Mulher do presidente francês sofre com rumores de homossexualidade de Emmanuel Macron

Os rumores sobre a alegada homossexualidade do presidente francês não são novos, mas a verdade é que a primeira-dama francesa sofre com o falatório e não gosta de ver o nome do marido envolvido com o de Mathieu Gallet, o suposto amante de Macron.
10 de agosto de 2017 às 13:41
A vida privada dos presidentes franceses sempre deu muito que falar. Recordem-se os casos de François Mitterrand, Nicolas Sarkozy e François Hollande. Agora, chegou a vez de Emmanuel Macron. Desde que se candidatou à presidência de França como líder do 'En Marche!', que o jovem político viu o seu nome envolvido em polémica.
 
O seu casamento com Brigitte Trogneux, 24 anos mais velha, mãe de 3 filhos e avó de 7 netos, sempre esteve no centro de todas atenções mediáticas, especialmente quando surgiram os primeiros rumores de que Macron seria homossexual.
 
Em plena campanha eleitoral, o atual presidente francês foi confrontado com as notícias de que teria uma relação gay com Mathieu Gallet, presidente da Radio France. Macron apressou-se a desmentir: "Não pensem que mudarei a minha vida por causa desses rumores. Não tenho uma vida dupla e o que mais prezo é a minha vida familiar e conjugal", garantiu.

A carregar o vídeo ...
;
Brigitte Macron, por seu turno, disse estar a par dos rumores e que eles não a afetavam. Contudo, um amigo próximo da primeira-dama francesa, Philippe Besson, veio a público dizer que o que se diz do presidente "é muito duro" para Brigitte. "Se um homem está com uma mulher mais velha ou é porque é gigolo ou homossexual. São ataques e visões que arrasam com 40 anos de femininismo".
 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável