Notícia

Nacional

Nova polémica. Maria Vieira arrasa Tony Carreira… e também “hot Jesus” Diogo Morgado

A atriz não poupa palavras aos plágios de Tony Carreira, mas recorda também que há atores que fizeram o mesmo e que continuam envoltos em "santidade", referindo-se a Diogo Morgado.
19 de setembro de 2017 às 18:35
...
Nova polémica. Maria Vieira arrasa Tony Carreira… e também “hot Jesus” Diogo Morgado
Foto: Raquel Wise / Sábado

Maria Vieira não perde a oportunidade de alimentar uma boa polémica. Desde que regressou a Portugal depois de uma temporada no Brasil que tem sido assim: comentários duros, muitas vezes polémicos, escritos na sua conta de Facebook, que lhe têm valido várias inimizadas mas também a levou a editar um livro com algumas dessas "crónicas". 

Agora, a eterna 'Parrachita', personagem dos bons tempos em que gravava com Herman José, voltou a dar corda aos dedos e a criticar Tony Carreira, cantor que está acusado pelo Ministério Público de ter copiado vários temos. Tony esteve na noite desta segunda-feira na TVI a assumir que errou no passado em relação a algumas canções

"Vi hoje a entrevista que o Tony Carreira deu no telejornal da TVI sobre as várias acusações de plágio de que é acusado e confesso que me ri como há muito tempo não me ria, porque (como se viu) não tem forma de alguém poder negar o óbvio, ou seja... enfim, até eu tive pena do Tony que claramente se apropriou do trabalho, da competência e sobretudo do sucesso alheios em proveito próprio e mesmo tendo em conta que eu nunca apreciei a «música» do artista em causa e que me arrisco a ser crucificada por não concordar com a evidente «usurpação intelectual» do cantor, gostaria de manifestar o meu pesar por este triste episódio que acaba por manchar a carreira do mesmo", começa por dizer Maria Vieira.

Porém, a atriz aproveita para dar uma alfinetada em Diogo Morgado, que no passado também plagiou uma peça de teatro. "Mas atenção, tem muita gente fazendo exactamente igual, até actores que em tempos idos levaram à cena peças de teatro que não eram da sua autoria mas que «assinaram» como tendo sido escritas por si próprios e que após terem sido apanhados e desmascarados se continuam a pavonear como sendo «santidades» que nem Jesus Cristo, na Sua Enorme Bondade, poderá perdoar", escreve.

Recorde-se que em 2001 Diogo Morgado escreveu uma peça intitulada 'Pressão', que chegou a estar em cena na Casa do Artista, mas que foi rapidamente cancelada depois de terem sido detetadas evidentes semelhanças com o filme 'O Clube' de John Hughes. Nesta peça entravam também Paula Neves, Pedro Granger e outros atores.

Numa primeira fase Diogo Morgado também negou as evidências, mas mais tarde disse em entrevista que o plágio "foi uma coisa muito positiva, na medida em que significou o cair da minha ingenuidade. Não me quero alongar no assunto - até porque envolve outras pessoas - mas para mim foi uma aprendizagem brutal. Deixei de acreditar que alguém pode mudar o mundo, apenas consegue fazer a diferença".

Muitos anos depois, deu vida a Jesus na série 'A Biblia', tendo sido classificado por Oprah como "hot Jesus", imagem que se colou ator que agora protagoniza 'Ouro Verde' da TVI, onde também se viu envolvido em polémica por se ter apaixonado pela atriz Joana Verona, apesar de estar casado e ter sido pai do segundo filho poucos meses antes dessa paixão ter saltado da ficção para a realidade.

A carregar o vídeo ...
;

 

 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável