Notícia

Escândalo

Presidente demissionária da Raríssimas foi trabalhar... e acabou suspensa

Paula Brito e Costa regressou à Casa dos Marcos, acompanhada do marido e de seguranças... e saiu com uma suspensão de 30 dias.
20 de dezembro de 2017 às 19:16
Paula Brito e Costa Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos
Ex-presidente da Raríssimas escoltada por seguranças a sair da Casa dos Marcos

Depois de ter rebentado a polémica em torno da Raríssimas, por causa dos alegados gastos com vestidos de luxo, gambas, spa e viagens por parte da presidente, Paula Brito e Costa regressou esta quarta-feira à Casa dos Marcos, acompanhada do marido, que se disfarçou, e de seguranças...

Chegou de manhã e saiu por volta das 6 da tarde, num Mercedes cinzento. O BMW que tinha alugado por quase mil euros mensais foi, entretanto, devolvido. 

Depois da Brito e Costa ter deixado a Casa dos Marcos, foi noticiado que tinha ficado suspensa por 30 dias, numa decisão da direcção, que instaurou "um procedimento prévio de inquérito" à gestão de Paula.

Recorde-se que depois da notícia da TVI, a primeira opção da presidente da Raríssimas foi continuar no cargo, mas depois perante a pressão decidiu demitir-se, continuando, contudo, a exercer o cargo de diretora geral, função da qual foi agora suspensa para não perturbar o inquérito.




Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável