Notícia

Casas Reais

Princesa Diana tinha um brinquedo sexual que levava para todo o lado

Lady Di chamava-lhe ‘Le Gadget’ e levava-o para todo o lado. A 'Princesa do Povo' comprou o vibrador em Paris, a cidade onde acabou por morrer, ao lado do namorado, Dodi Al-Fayed, num trágico acidente de viação, a 31 de agosto de 1997.
Por Isabel Laranjo | 08 de agosto de 2017 às 08:40

Além de servir de brinquedo sexual, o vibrador tinha uma importância maior na vida da mullher do príncipe Carlos. A princesa Diana tinha uma superstição: sem o brinquedo por perto "tudo correria mal".

Lady Di terá comprado o vibrador em Paris, após uma noite louca em 1992, curiosamente a cidade onde perderia a vida na companhia do namorado milionário Dodi Al-Fayed, cinco anos mais tarde, a 31 de agosto de 1997.

 IRMÃ DESCOBRIU O VIBRADOR

Diana terá confidenciado ao guarda-costas Ken Wharfe a existência do objeto sexual e a importância que tinha para si. "Espero tê-lo trazido, Ken. Sabes que sem ele tudo corre mal". Agora, Ken Wharfe pôs a nu mais este segredo da 'Princesa do Povo' no livro 'Diana: O Segredo Mais Bem Guardado'.

Mesmo quando várias pessoas, incluíndo a irmã, Lady Sarah McCorquodale, se aperceberam que tinha um brinquedo sexual sempre consigo, na carteira, Diana não se sentiu inibida. "Em vez de ficar ofendida, para ela foi um momento muito divertido", revela o segurança Ken Wharfe.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável