Notícia

Drama

Relação secreta entre Bárbara Guimarães e Rodrigo Guedes de Carvalho

Rodrigo, nove anos mais velho, andou com Bárbara ao colo e ficou sempre com o síndroma do irmão mais velho. Foi com ele que ela se aconselhou, um mês antes de expulsar o ex-marido de casa. Foi ele que a ajudou a definir a estratégia antes do escândalo rebentar.
Por João Bénard Garcia | 12 de agosto de 2017 às 10:18

Quando Bárbara Guimarães, 44 anos, nasceu, o jornalista Rodrigo Guedes de Carvalho, já tinha 9 anos e a pequena – que aos cinco meses veio de Angola viver de vez para Portugal com os pais, mais precisamente para a cidade de São João da Madeira – nunca perdeu os laços com o padrinho de baptismo, o pai de Rodrigo, o médico que a viu nascer, e também com o filho deste, o futuro jornalista e escritor, e com os seus irmãos.

Em entrevista exclusiva, dada esta semana à revista 'Sábado', Bárbara Guimarães confessou que sempre quis ser jornalista e confessou quem foi a sua referência: Rodrigo Guedes de Carvalho. Ela admirava o trabalho do amigo na rádio, queria muito ser como ele e fazer o que ele fazia. E fez. Frequentou um curso de aperfeiçoamento em jornalismo no Cenjor e apresentou blocos noticiosos na TVI, ao lado de Artur Albarran e Sofia Carvalho.

Quis o destino que, em 1997, ambos trabalhassem juntos na SIC. Ele como jornalista e depois pivot do 'Jornal da Noite' e ela primeiro como figura de proa do entretenimento, depois nos magazines culturais e depois de novo no entretenimento.

A relação de amizade de ambos cresceu ainda mais e fortaleceu-se. Em setembro de 2013, cerca de um mês antes de Bárbara Guimarães ter tomado a decisão de se divorciar do ex-ministro socialista Manuel Maria Carrilho, expulsando-o primeiro de casa e acusando-o de violência doméstica, foi, uma vez mais, Rodrigo Guedes de Carvalho quem a aconselhou a tomar estas disposições e quem a ajudou a definir um plano.

Os dois amigos almoçaram juntos em setembro, como este relatou em tribunal quando foi ouvido como testemunha. Juntos  estudaram as consequências nefastas do ato para a imagem dela se Bárbara denunciasse o que se estaria a passar e falaram nas consequências para os filhos pequenos dela.

Rodrigo deu-lhe força, garantiu-lhe total apoio e assumiu que asseguraria, junto dos patrões da SIC, que Bárbara não estaria sozinha quando decidisse avançar com as queixas contra o ex-político e ativasse os processos de divórcio e judicial, que se esperavam controversos e complexos, um escândalo, como se veio a constatar.

MANIFESTAÇÃO PÚBLICA DE CARINHO NA GALA DOS 'GLOBOS DE OURO'

Não foi por isso de estranhar que na última gala dos 'Globos de Ouro', a festa da SIC no Coliseu dos Recreios de Lisboa, Rodrigo Guedes de Carvalho, o colega e amigo de infância, em pleno palco pegasse na mão da amiga e lhe dedicasse uma mensagem de apoio. A ela e a todas mulheres vítimas de violência doméstica. "Permitam-me hoje começar por aqui. A violência sobre as mulheres cresce hoje assustadoramente em Portugal. Recentemente, a violência sobre as mulheres passou a ter difusão em massa e a ser partilhada. É altura de pensarmos nisto muito a sério. É altura para os decentes e os corajosos perceberem que têm de unir-se, que têm de refletir e de agir", afirmou.

O jornalista, escritor e argumentista de 53 anos de idade não se ficou, contudo, por estas palavras sobre o tema e disparou, virando-se para a plateia: "e para os que possam estar a pensar: mas o que é que este discurso tem a ver com uma gala de artistas, eu digo-vos que tem tudo. Os artistas podem e devem mostrar à sociedade que não são apenas sorrisos numa passadeira vermelha. A arte sempre esteve na primeira linha contra o mal e nunca nos devemos conformar."

Na entrevista exclusiva que deu à 'Sábado', Bárbara não só refere este momento emocionante vivido com o amigo na Gala dos Globos de Ouro, como também explica a relação de ambos. "Não estava à espera. O Rodrigo é surpreendente e é uma voz muito importante, não só para o país e para o mundo, como para mim. É uma pessoa que me dá tranquilidade", revelou.

A carregar o vídeo ...
;

A apresentadora adiantou ainda como este colega a tem ajudado nos momentos mais difíceis: "Quando não se consegue sequer entrar numa bomba de gasolina porque não há uma capa de revista onde não se esteja pelas piores razões, lembro-me de receber uma mensagem do Rodrigo (Guedes de Carvalho) a dizer: 'Mergulha (abstrai-te)'. Passados uns meses, aconteceu o mesmo e recebo outra mensagem dele: 'Continua a mergulhar'."

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável