pub

Notícia

Polémica

Ronaldo acusado de construir anexos ilegais em mansão no Gerês

Cristiano Ronaldo construiu uma mansão no Gerês e aumentou a dimensão da casa com anexos ilegais. A câmara local quer por ordem no imóvel, mas o jogador faz orelhas moucas. Em Espanha, CR7 continua ser acusado de fuga ao fisco em milhões
Por João Bénard Garcia | 15 de maio de 2017 às 19:20
Poucos são os homens com um corpo tão trabalhado como Cristiano Ronaldo A casa do craque no Gerês O jogador é acusado de cometer ilegalidades nas dimensões casa A casa de Cristiano é protegida por uma floresta A casa de Ronaldo no Gerês Cristiano Ronaldo descontraído num momento de descanso. A casa de Ronaldo no Gerês Cristiano Ronaldo pode continuar descansado com a carreira internacional, apesar da sua assessora estar em apuros. O jogador numa piscina em Miami, outro dos seus destinos favoritos. D. Dolores com o neto, Cristianinho, e o filho mais novo, Ronaldo. Em breve, terá mais dois netinhos gémeos para tomar conta Cristiano Ronaldo e o filho A casa de Ronaldo no Gerês Os atributos de Georgina Rodríguez não deixam ninguém indiferente O primeiro ginásio low cost de Cristiano Ronaldo, em Madrid, não deu certo. Agora vai abrir outro Autobiográfico - Cristiano Ronaldo A casa de Ronaldo no Gerês
A casa de Ronaldo no Gerês

A câmara municipal de Terras de Bouro anda de candeias às avessas com umas cartas do tribunal que enviou para Cristiano Ronaldo em Madrid e que foram devolvidas na volta do correio. O presidente do município, Joaquim Cracel, já não sabe o que fazer para que o melhor jogador do mundo legalize os anexos que terá andado a construir na sua mansão de férias junto à albufeira da Caniçada, na serra do Gerês.

A autarquia fez queixa de Cristiano Ronaldo e o tribunal avançou com notificações judiciais ao jogador em Madrid. As cartas do tribunal foram enviadas para o estádio Santiago Bernabéu, a morada profissional do jogador do Real Madrid, mas respostas do craque, nem vê-las. Toda a papelada que rumou a Madrid voltou devolvida à comarca da Terras de Bouro, nos arredores de Braga.

Em causa, neste caso inusitado, está a legalização de partes da mansão que o ponta de lança Ronaldo construiu no Gerês, junto à albufeira da Caniçada, no rio Cávado, e que, entretanto, terá decidido ampliar sem dar cavaco. Segundo revelaram os autarcas locais ao diário Jornal de Notícias (JN), a casa tem um problema de licenciamento, devido aos acrescentos que não constavam do projeto inicial.

...
O jogador é acusado de cometer ilegalidades nas dimensões casa

O casarão de Cristiano Ronaldo foi apanhado num conjunto de inspeções feitas pela Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território em toda a área abrangida pela barragem da Caniçada e que detetou 22 casas fora da lei. Segundo o autarca, a maioria foi resolvida, havendo ainda cinco ou seis casos que estão a ser encaminhados para a via judicial. A mansão de Ronaldo é uma das que já está na lista negra.

Segundo Joaquim Cracel já anteriormente tinha revelado ao JN, a maioria das infrações detetadas na inspeção dizem respeito a pequenos acrescentos em obras legais: "São coisas feitas sem conhecimento da autarquia, mas legalizáveis no quadro do processo de autorização de construção".

ESPANHÓIS TAMBÉM O ACUSAM DE FUGIR AO FISCO

O jornal catalão ‘Mundo Deportivo’ lembrou, na sua edição de dia 13 de maio que as suspeitas de fuga fiscal de Cristiano Ronaldo, relativamente a 150 milhões de euros de rendimentos presumivelmente não declarados, estão a menos de 23 dias de prescrever. O semanário desportivo recordou a história da suposta fraude de Cristiano Ronaldo, vinda a público em dezembro de 2016, através através da plataforma 'Football Leaks' e do diário espanhol 'El Mundo'.

Os rendimentos que Cristiano Ronaldo terá auferido entre 2011 e 2013, e que não terá declarado em Espanha, mas antes na Irlanda, através de uma empresa 'offshore' 'Multisports & Image Management Limited (MIM)', terão, alegadamente, constituído uma forma de fuga ao fisco em Espanha.

A carregar o vídeo ...
;

O jornal desportivo catalão alerta mesmo as autoridades para o facto do prazo para denunciar os supostos delitos do melhor jogador do mundo terminar a 4 de junho, relembra que as investigações começaram há ano e meio e considera "muito suspeito" que a inspeção tributária não apresente resultados.

Mais notícias de Nacional

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável