Notícia

Polémica

Guerra no Sporting chega às mulheres: mulher de Rui Patrício reage às agressões

Na tarde desta terça-feira, um grupo de adeptos invadiu a academia do Sporting, em Alcochete, e agrediu jogadores e treinadores. Vera Ribeiro reagiu publicamente.
15 de maio de 2018 às 21:39

Um grupo de 40 a 50 adeptos do Sporting invadiu a Academia do clube leonino, em Alcochete, com os rostos tapados, e agrediu brutalmente jogadores e treinadores.

O avançado Bas Dost foi um dos alvos da ira e da violência do grupo invasor e ficou com dois golpes profundos na cabeça. As agressões visaram ainda outros atletas, treinadores e dirigentes dos Leões.

Indiganda com a situação de "guerra civil" que se vive no Sporting, a mulher do guarda-redes e capitão da equipa, Rui Patrício, veio a público condenar os acontecimentos que estão a atormentar o clube de Alvalade.

"Para todos aqueles que me estão a ligar... acabei de falar mesmo agora com o Rui e ele está bem. Deus não dorme... e quem "orientou" este e outros "gestos" que ponha a mão na consciência... já foi longe de mais... isto não é futebol muito menos atos dignos de seres humanos", escreveu a psicóloga Vera Ribeiro.

A carregar o vídeo ...

O mal estar no seio do clube começou com a derrota do Sporting frente ao marítimo, no domingo, com tentativas de agressões a técnicos e jogadores por parte de adeptos e, já na segunda-feira, surgiu a notícia da suspensão de Jorge Jesus. Tudo isto em vésperas da Final da Taça de Portugal, no domingo, dia 20, frente ao Aves.    

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável