Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues TV Meu Amor

O futsal já cria heróis

Final do Europeu teve audiência digna de jogo de futebol. A chegada a Portugal dos jogadores da Selecção Nacional levou uma pequena multidão às ruas, em domingo de Carnaval, provando a capacidade de mobilização da modalidade.

A crise do comentário

As notícias de processos judiciais que envolvem poderosos das várias áreas sociais deixam a nu os interesses particulares, a falta de independência e a fraca qualidade de muitos comentadores televisivos.

SIC, como foi possível?

A carreira de 'Supernnany' chegou ao fim. Ao insistir num formato que foi, objectivamente, um erro gravíssimo, Carnaxide criou condições para uma decisão judicial que, sendo justa, representa um precedente perigoso. Culpa da estação.

Quem quer mandar na RTP?

Nova administração da TV do estado pode ir a concurso. É uma possibilidade nunca executada: o Conselho Geral Independente pode abrir o chamado "procedimento concursal" para escolher a próxima equipa que vai mandar na estação do Estado.

A SIC para lá do limite

Há crianças mal comportadas, famílias desestruturadas e uma psicóloga clínica, que se propõe resolver tudo, em frente às câmaras. O resultado é emocionalmente mais violento do que um 'reality show', com 'Supernanny' debaixo de fogo.

Trapalhadas

Talvez tenha sido o debate televisivo mais desequilibrado da nossa democracia. Santana esmagou Rio. Isso significará que vai ganhar? Ou os debates na TV não são tão decisivos como se pensa?

Olha que dois!

A TVI escolheu o apresentador da próxima edição da Casa dos Segredos, e isso pode acabar com uma amizade de décadas.

Mundial e Eurovisão

A RTP pode ter um 2018 de sonho, com a transmissão de dois mega-eventos. Talvez a administração do canal do Estado consiga fazer o que anda a tentar há muito: exterminar o 'Preço Certo'.

2017: O melhor e o pior

Na programação e na Informação dos três canais generalistas, o ano teve, como sempre, bons e maus programas, mas também muitos momentos para esquecer.

Vantagem para a RTP

Num ano cheio de notícias de grande impacto, os três generalistas reagiram bem, com algumas excepções. Já no cabo, as estações passaram a agir como se se preparassem para fechar os canais de notícias.

Os pesadelos da TV

As séries da RTP, os reality shows da TVI e os formatos da SIC ao domingo são os principais flops do ano, na área do entretenimento e ficção. Segunda parte do balanço de 2017 na televisão portuguesa.

Canais em banho-maria

Por razões diferentes, este foi um ano perdido, tanto para a TVI, como para a SIC. Não houve dinheiro nem ideias, e o ano acaba como começou: programação pobre e grelhas sem rasgos.

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável