Paulo Abreu
Paulo Abreu

Notícia

Ataque infeliz a Malato

Em vez de se focar em Goucha e valorizar o sucessor de Teresa Guilherme na ‘Casa dos Segredos’, o director-geral da TVI apontou a mira ao alentejano, que recusou o convite para dar a cara ao ‘reality’. Mais um tiro triste.
06 de janeiro de 2018 às 08:00
...
Ataque infeliz a Malato

A TVI voltou a vencer o campeonato das audiências, pelo 13.º ano consecutivo, e está de parabéns por isso. Mas que continua a dar tiros nos pés, continua. Desta vez, na apresentação de ‘Casa dos Segredos’, em Lisboa, Bruno Santos decidiu disparar sobre José Carlos Malato, em vez de se focar em Manuel Luís Goucha e valorizar assim o sucessor de Teresa Guilherme. Tudo – imagine-se – porque não gostou de que o seu convite, supostamente secreto ao alentejano para conduzir o ‘reality show’, tivesse sido tornado público – notícia avançada, em exclusivo, pela ‘TV Guia’, em 7 de Dezembro. Dizer agora aos jornalistas que vai ter "uma conversa com ele" e que "é engraçado que estas coisas aconteçam sempre na altura em que se estão a renovar contratos" é, no mínimo, deselegante para alguém que assume um lugar tão distinto numa estação líder.

Veja-se bem: em momento algum o director-geral da TVI desmente o convite a José Carlos Malato. E não o faz porque, de facto, convidou a estrela da RTP para se mudar para Queluz de Baixo, nomeadamente para comandar a ‘Casa dos Segredos’. E insinuar, portanto, que o seu "amigo" alimentou esta notícia para "apertar" com os responsáveis da estação pública na renovação do seu vínculo laboral é injusto para o profissional e homem de carácter que é o apresentador. Não faz sentido. Como não faz sentido nenhum também Bruno Santos ter pensado, um dia, que o alentejano tinha o perfil adequado para dar a cara a este ‘reality show’. Não tem. Mas, bom, isso já era outra conversa.

Fruto de uma concorrência débil, que se limita a fazer cócegas na informação e na ficção nacional – falo da SIC –, há margem para haver desnortes na TVI. Acontece em todo o lado. Mas tantos, em tão pouco tempo, não é normal. Era bom que Bruno Santos deixasse de lado estes ataques infelizes a um "amigo de longa data" e se concentrasse no seu trabalho. Um exemplo? Convencer o ‘chef’ Ljubomir Stanisic a fazer a segunda temporada de ‘Pesadelo na Cozinha’, apenas o melhor programa de televisão em 2017.

Mais notícias de Pessoas como Nós

Pai

Pai

Pai: s.m. Criatura mágica, avistada apenas por filhos amados. A magia de algo, ou de alguém, está em quem a vê — e não em quem a faz.

O sexo e a Igreja

As relações e reflexões da Igreja sobre a sexualidade são dos momentos mais terríveis na história desta instituição eclesial e com a qual continua sem acertar o passo.
O Gordo vive e aperta com Cristina

O Gordo vive e aperta com Cristina

Fernando Mendes tem público, tem carisma e uma genuinidade incrível. Quem se apressou neste quase último ano a fazer-lhe um funeral estava bem enganado.

O futsal já cria heróis

Final do Europeu teve audiência digna de jogo de futebol. A chegada a Portugal dos jogadores da Selecção Nacional levou uma pequena multidão às ruas, em domingo de Carnaval, provando a capacidade de mobilização da modalidade.
Eu quero que tu sejas a minha mãe

Eu quero que tu sejas a minha mãe

Vou ali e já venho, não demoro nada, umas semanas, duas ou três, vais ver que passa num instante, digo ao Ramsés enquanto lhe faço festas na cabeça. O Ramsés foi uma herança da minha irmã Isabel que se apaixonou por um surfista e trocou as Avenidas Novas pelo Havai.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável