Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

Basta de incompetência

SIC e RTP vivem dias difíceis. A primeira não tem soluções para o lugar do polémico 'Supernanny'; e a segunda prepara uma nova administração... que, como se sabe, por vezes, não passa pelo mérito.
03 de fevereiro de 2018 às 07:00
...
Basta de incompetência

1. O programa de entretenimento com mais audiências na SIC nos últimos anos, que conseguiu  bater, inclusive, um da rival TVI (MasterChef Júnior), chegou ao fim, com apenas dois episódios transmitidos. Após vários avisos de que 'Supernanny' ultrapassava todos os níveis de decência com crianças, os seus responsáveis acabaram por decidir retirá-lo da grelha, na sexta-feira, 26. Recordo que o caso não é insólito: já no Verão de 2015, a estação viu-se obrigada a cancelar 'Golfinhos com as Estrelas', devido a um parecer do Instituto Nacional de Conservação da Natureza. Pergunto: depois de mais uma prova de que falta alguém com noção da realidade em Carnaxide, quem paga esta factura elevada dos restantes episódios gravados?

Sem nada para transmitir aos domingos à noite no lugar de 'Supernanny', neste momento, a não ser novelas, como 'Paixão' e 'Espelho d’Água', deixo outra questão: ninguém previu que isto pudesse acontecer e preparou um plano B? Ainda outra pergunta: o que andam a fazer na SIC Luís Proença, Gabriela Sobral, Júlia Pinheiro, Daniel Oliveira ou Francisco Pedro Balsemão?

2. Nuno Artur Silva acabou finalmente por cair da administração da RTP, na quinta-feira, dia 25, após a polémica dos negócios pouco transparentes entre a estação pública e a sua produtora, com o Canal Q metido pelo meio, denunciados pela 'TV Guia' a 5 de Janeiro. Se na última edição escrevi aqui que o nosso país era uma brincadeira pegada, por ninguém colocar um ponto final neste mar sem fim de suspeitas, hoje não retiro uma letra do que disse. É que, mal se soube da decisão, logo surgiram as primeiras movimentações dos que ambicionam chegar àquela cadeira de sonho – os mesmos de sempre e, claro, pelos canais do costume. Que os interesses da empresa, para a qual nós pagamos (e bem), não venham a ser novamente prejudicados pelo poder político.

Os portugueses precisam de uma RTP livre, independente, jovem, moderna e ousada, que tenha a capacidade de fazer coisas que agradem ao maior número de espectadores, sem esquecer o serviço público a que está obrigada. Estamos fartos de mais do mesmo: negociatas, incompetência e militantes sem cartão… que vão do Rato à Lapa, passando pelo Caldas.

Mais notícias de Dicionário do amor

Querer

Querer

Querer: v. O que realmente comanda a vida. Quem mudou o mundo não foram os sonhadores; foram os queredores: os que quiseram tanto que acabaram por fazer mesmo o que tanto quiseram.
Esperando os incêndios

Esperando os incêndios

Começa a cheirar a verão e, com ele, os incêndios estão à porta. Entramos nesta época carregando os traumas e o horror das tragédias do ano passado.
Fátima é grande!

Fátima é grande!

As palavras da filha são claras: durante 15 anos, a apresentadora fez de mãe e de pai em casa. Quantas vezes a estrela da TVI não terá tido vontade de fugir? Pois, mas esteve sempre com os espectadores.
Somos sempre os mesmos 300

Somos sempre os mesmos 300

O Tinder, essa aplicação que aproxima ainda mais quem já esta na área. Há quem diga que já se casou, que fez amizades para a vida, tanto oiço histórias da carochinha como de engates manhosos. Nunca vou saber como funciona, mas parece que anda meio mundo por ali, a navegar no pastel de nata virtual, à procura de sexo gratuito porque não imagino que marquem encontros para ir ao Arco ver arte contemporânea.
E depois do Adeus?

E depois do Adeus?

Canal 1 voltou ao patamar anterior assim que acabou a festa. A RTP tratou com competência, mas sem brilho, um dos maiores desafios da sua História: realizar o Eurofestival em Portugal.
Conto de fadas

Conto de fadas

A três dias da boda real são ainda muitas as dúvidas sobre alguns detalhes, pormenores que fazem aumentar a expectativa de milhões de espetadores. Irá Harry utilizar aliança? A pergunta não é desfasada se considerarmos que o irmão William não optou por esse símbolo em 2011.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável