Francisco Moita Flores
Francisco Moita Flores Piquete de Polícia

Notícia

Crimes e clubes

Os mails, os vouchers, a compra de árbitros, as cartilhas, a linguagem de rufia de alguns dos intervenientes, a fadistice vadia que cruza esta miserável barafunda só tem um objectivo: mobilizar argumentos para justificar as derrotas.
04 de fevereiro de 2018 às 08:00

As notícias de supostos escândalos em torno do futebol começam a ser tão exagerados, tão empolados pelos séquitos de comentadores ao serviço dos vários clubes, com argumentações que nada têm a ver com a causa criminal mas com a natureza do carácter de cada protagonista, tornou-se num ruído tão insuportável que, era capaz de jurar, tudo vai acabar no fundo de um armário com arquivamento de queixas. Os emails, os vouchers, a compra de árbitros, as cartilhas, a linguagem de rufia de alguns dos intervenientes, a fadistice vadia que cruza esta miserável barafunda só terá um objectivo: mobilizar argumentos para justificar derrotas desportivas.

O que daqui sai é obsceno. E a obscenidade não é produtora de Justiça. O que daqui sai, desta gritaria própria de batalhas medievais, é o descrédito do próprio futebol. O que daqui sai é a crescente falta de interesse no jogo jogado, naquele onde vale a pena ver estrelas a brilhar, para se perderem as energias com planetas sem importância no sistema desportivo.

Já com pouca paciência para ler ou escutar notícias sobre as colossais vigarices realizadas por estes, por aqueles, pelos outros, julgo que é capaz de ter chegado o momento das próprias instituições judiciais se afastarem deste lupanar onde fervilha a mentira, a intriga, o ciúme, o despeito e onde os factos que surgem como eventuais crimes não são sustentados em prova e os poucos que parecem tê-la não passam de bagatelas penais.

Não encontro javardice igual nos jornais e televisões de outros países europeus, onde as figuras centrais são, de um modo geral, atletas, jogadores e as suas qualidades, que decidem campeonatos e taças pela qualidade desportiva. Aqui, parece que tudo se joga no terreno de quem é que enviou mais mails ou de quem insultou mais e melhor o adversário. Enoja!

O futebol é coisa bem diferente, jogo bonito!, do qual nos vamos esquecendo, enquanto se chafurda neste pântano malcheiroso.

Mais notícias de Dicionário do amor

Querer

Querer

Querer: v. O que realmente comanda a vida. Quem mudou o mundo não foram os sonhadores; foram os queredores: os que quiseram tanto que acabaram por fazer mesmo o que tanto quiseram.
Esperando os incêndios

Esperando os incêndios

Começa a cheirar a verão e, com ele, os incêndios estão à porta. Entramos nesta época carregando os traumas e o horror das tragédias do ano passado.
Fátima é grande!

Fátima é grande!

As palavras da filha são claras: durante 15 anos, a apresentadora fez de mãe e de pai em casa. Quantas vezes a estrela da TVI não terá tido vontade de fugir? Pois, mas esteve sempre com os espectadores.
Somos sempre os mesmos 300

Somos sempre os mesmos 300

O Tinder, essa aplicação que aproxima ainda mais quem já esta na área. Há quem diga que já se casou, que fez amizades para a vida, tanto oiço histórias da carochinha como de engates manhosos. Nunca vou saber como funciona, mas parece que anda meio mundo por ali, a navegar no pastel de nata virtual, à procura de sexo gratuito porque não imagino que marquem encontros para ir ao Arco ver arte contemporânea.
E depois do Adeus?

E depois do Adeus?

Canal 1 voltou ao patamar anterior assim que acabou a festa. A RTP tratou com competência, mas sem brilho, um dos maiores desafios da sua História: realizar o Eurofestival em Portugal.
Conto de fadas

Conto de fadas

A três dias da boda real são ainda muitas as dúvidas sobre alguns detalhes, pormenores que fazem aumentar a expectativa de milhões de espetadores. Irá Harry utilizar aliança? A pergunta não é desfasada se considerarmos que o irmão William não optou por esse símbolo em 2011.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável