pub
Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues televisão meu amor

Notícia

Daniel e Andreia: fica tudo em família

Quando o apresentador entrevista a apresentadora, que é também a sua noiva e passou a ser a sua mulher poucas horas depois da emissão, isso é... a falência de um formato que já foi um sucesso
30 de junho de 2017 às 09:20
O apresentador do 'Alta Definição' decidiu convidar Andreia Rodrigues, também ela apresentadora da SIC. O programa foi para o ar no dia em que ambos se casaram. A conversa teve momentos bizarros, em que cada um dos intervenientes falou do outro na terceira pessoa, apesar de estarem sentados frente a frente.

Andreia partilhou histórias íntimas, como as causas da relação difícil que tem com o pai, e Daniel reagiu como se as estivesse a ouvir pela primeira vez.

O momento mais constrangedor, mesmo assim, aconteceu quando Andreia Rodrigues, em pleno programa do marido, disse que "seria tão injusto ter alguma coisa porque tenho uma relação, como não ter alguma coisa porque a tenho" (referia-se à relação com o apresentador, naturalmente).

Acompanho com atenção a carreira de Daniel Oliveira há anos, desde que foi coordenador dos jornais de desporto, na fundação da SIC Notícias, e depois, na passagem para o entretenimento, quer na RTP, quer na SIC. Tem um talento que, muitas vezes, fica em bruto, mas cuja qualidade o amadurecimento decantará.

Conheço menos bem o trabalho de Andreia Rodrigues, mas a dignidade com que encaixou a forma como foi tratada pela SIC, no afastamento das tardes,  mostra que sabe o que quer. Tudo somado, o talento dos dois não merecia a emissão em família de sábado passado. Isso só reforçou os argumentos de todos os que não gostam do casal, e atribuem o sucesso de ambos a algo mais que o mero trabalho. Para os próprios, foi mau. Para o programa, foi péssimo. Fica à vista a falência de um formato.

O Alta Definição morreu.

Mais notícias de O Tal Canal

Eu tinha vergonha

A SIC promove uma nova novela, convida os jornalistas para o evento e só aparecem cinco actores do elenco. Cheira a falta de compromisso com a estação. Mas na RTP as coisas também não estão melhores: veja-se o caso dos Mundiais de Atletismo.

Ouro mundial sem RTP

Os feitos de Inês Henriques, a melhor do mundo nos 50 quilómetros marcha, e do campeão olímpico Nélson Évora, no triplo salto, não mereceram transmissão na televisão do Estado. Passaram no Eurosport.
O passo certo

O passo certo

Nos meus sonhos a minha casa é sempre igual. Silenciosa, romântica e serena, como o meu coração quando me apaixono. Já lá vão alguns anos desde que tal fatalidade me aconteceu.
Olha a bolinha!

Olha a bolinha!

A televisão, é por estes dias, a última escolha da grande maioria dos portugueses. O cheiro a maresia e a fragrância das estevas tomam conta dos sentidos e conduzem milhares de pessoas à praia.
Medo

Medo

Medo: s.m. Sinónimo de existência, sinónimo de ti. Nasces para sentir medo (é por isso que choras desde o momento em que nasces: temes desde logo o que não dominas) – mas também nasces para o derrotar. Cobarde é só aquele que nunca temeu nada.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável