Sandro Bettencourt
Sandro Bettencourt Por detrás das câmaras

Notícia

"Salvador" da Pátria

Numa altura em que os trejeitos de Salvador e a forma "sui generis" de se apresentar em palco eram alvo de crítica e até de escárnio consegui discernir de forma diferente o futuro risonho de um jovem prodígio que começou por cantar descomprometido nas ruas de Barcelona.
18 de maio de 2017 às 17:19
...
"Salvador" da Pátria

Ainda longe de saber que iria ser ele o vencedor do Festival da Eurovisão assinei uma crónica-a 10 março de 2017-defendendo a genuinidade e a simplicidade demonstradas, em direto, por Salvador Sobral, na 51ª edição do Festival da Canção.

Na minha opinião sempre foram essas as características que conferiram a este jovem artista a elevação necessária para inscrever o seu nome na gesta da música portuguesa e consequentemente a possibilidade de nos fazer sonhar.

Numa altura em que os trejeitos de Salvador e a forma "sui generis" de se apresentar em palco eram alvo de crítica e até de escárnio consegui discernir de forma diferente o futuro risonho de um jovem prodígio que começou por cantar descomprometido nas ruas de Barcelona.

A vitória retumbante na Ucrânia passou a conferir ao miúdo "desajeitado" o epíteto de herói nacional com direito a uma recepção monstruosa no aeroporto Humberto Delgado e a uma saudação com honras de Estado na Assembleia da República.

Salvador Sobral, tal como conjecturei, "amou pelos dois" e cantou pela Nação. Descomprometido. Fiel aos sentimentos. Sem filtros. E nós, de olhos colados ao pequeno ecrã, rejubilámos com a tua, a nossa vitória. Obrigado "salvador" da Pátria. Resta saber se, à semelhança de tão famideradas figuras da nossa históra, não serás em breve esquecido pelos mesmos que hoje te aplaudem e o teu feito não passará a ser uma singela bruma da memória.

Mais notícias de Televisão Meu Amor

Os vídeos de Sócrates

Os vídeos de Sócrates

Com a justiça a funcionar no processo do ex-primeiro-ministro, é hora de o jornalismo fazer o seu próprio balanço das implicações de um caso que entra para a História da democracia portuguesa.
Um amor feliz

Um amor feliz

Convidaram-me para ir jantar, simpatia que declinei por ausência de fome e vontade de voltar para casa onde o silêncio me envolve como um manto sempre que meto a chave à porta. Durante meses senti-me sufocada por ele, até o domar como um cão de circo e agora sabe-me bem o sossego.
El Portugués

El Portugués

Paulo Futre não conseguiu conter as lágrimas no programa 'Liga D´Ouro', emitido pela CMTV, quando Octávio Machado lhe lançou um elogio. As palavras do ex-treinador desmontaram-lhe o rosto, quase sempre sorridente, e revelaram ao país um homem sensível, humilde.
Papiro

Papiro

Papiro: s.m. Primeiro meio de transporte de alta velocidade da história do mundo. Não é o que não está perto que faz doer; é o que não se sente perto.
Lula preso

Lula preso

A detenção do ex-presidente da República do Brasilé uma gota de água, num estado dominado pelo poder negro da corrupção. O actual, Michel Temer, espera a sua vez de ir para a cadeia.
Actores (quase) unidos

Actores (quase) unidos

Sempre ouvi dizer que a classe artística não é unida. Que eram facadas atrás de facadas entre os colegas. Mas ver os “miúdos” Cláudia Vieira, José Mata e Sara Prata, entre outros, a lutarem na rua por uma profissão digna, com mais e melhores condições, abre uma janela de esperança.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável