Francisco Moita Flores
Francisco Moita Flores Piquete de Polícia

Notícia

Temporal

Quem passou por esta semana com tanta investigação, tanta discussão sobre julgamentos, justiça, poderosos e tantos donos disto tudo, fica com a ideia de uma País a saque.
11 de fevereiro de 2018 às 13:19

Ele é a Operação Fizz, ele é a Operação Lex, ele é o caso Centeno, ele é a violação do segredo de justiça, ele é quem está contra e a favor da saída da Procuradora Geral da República, ele é o Blanco, ele é o Proença, ele é o Benfica, calma! Quem passou por esta semana com tanta investigação, tanta discussão sobre julgamentos, justiça, poderosos e tantos donos disto tudo, fica com a ideia de uma País a saque, sem controlo, completamente exposto à gula de uns e aos predadores do costume. Isto chegou a tal ponto que inquéritos internacionais sobre a percepção da corrupção colocam Portugal em quinto lugar entre os países mais corruptos do mundo.

Só é possível chegar a este estado de exasperação e de irrealidade porque a catadupa de notícias, cruzando alhos e bugalhos, provoca essa percepção mas não é verdade. O facto do Ministério Público ter irrompido por territórios que anteriormente não lhe causavam incómodo, fez vir à tona crimes económico-financeiros que, tal como noutros países onde a velocidade de amadurecimento é maior, provocaram danos nos vários poderes instalados. Os processos de corrupção que correm em Espanha contra vários partidos políticos, em França de igual modo, para não falar da Itália em que esta entrada da justiça nos meandros do poder, pura e simplesmente despedaçou os antigos partidos. Aqui, já não eram políticos, polícias, magistrados que eram corrompidos. Era o próprio Estado que se transformara em corruptor.

É preciso que se diga que nesta matéria respeitante ao crime económico nós continuamos na cauda da Europa. E não sendo nem de perto, nem de longe o quinto país mais corrupto do mundo, temos seguramente, na cifra negra desta criminalidade, muita coisa por desvendar e muito caminho por fazer.Vamos com calma. E, já agora, com firmeza!

Mais notícias de O tal canal

Finalmente o fim

Finalmente o fim

Se João Baião tem aparentemente solução na SIC, como actor, o mesmo não se poderá dizer de Rita Ferro Rodrigues. Mais um problema em Carnaxide… a juntar a tantos outros, como o de Bárbara Guimarães e Andreia Rodrigues  .
Bronca no Festival

Bronca no Festival

A meia-final de domingo foi um espectáculo televisivo competente, com um cantor que promete reeditar o fenómeno Salvador, mas fica marcada pelo engano na contagem dos votos, que alterou a lista de finalistas.
Pai

Pai

Pai: s.m. Criatura mágica, avistada apenas por filhos amados. A magia de algo, ou de alguém, está em quem a vê — e não em quem a faz.

O sexo e a Igreja

As relações e reflexões da Igreja sobre a sexualidade são dos momentos mais terríveis na história desta instituição eclesial e com a qual continua sem acertar o passo.
O Gordo vive e aperta com Cristina

O Gordo vive e aperta com Cristina

Fernando Mendes tem público, tem carisma e uma genuinidade incrível. Quem se apressou neste quase último ano a fazer-lhe um funeral estava bem enganado.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável