pub
Francisco Moita Flores
Francisco Moita Flores Piquete de Polícia

Morrer de Estupidez

E, de repente, as férias tornam-se num pranto. As cores garridas do verão, num luto inexplicável, a visita à praia passa a romaria ao cemitério, por uma estrada de lágrimas onde o sofrimento comanda as mágoas.

O Negativo

Está neste caso o chamado Processo da compra de sangue, baptizado com o sugestivo nome de O Negativo. Negociatas feitas com compra de sangue que, esta semana, levaram mais um punhado de médicos a ser interpelados pela Justiça.

O silêncio dos inocentes

Não havia mais ninguém por perto e um silêncio intrigante pousará naquele local, apenas cortado pela sirene de um navio que chegava a Lisboa.

Lágrimas por Manchester

O padrão é sempre o mesmo. Grandes concentrações de pessoas com a certeza de que a comunicação social lhes dará grande divulgação, que potencia ainda mais o medo, e lá explode mais outra bomba, matando a eito os inocentes que por ali se encontram.

Ressaca de Fátima

A explosão de uma bomba naquele recinto de fé teria lançado o caos e destruído uma bela festa religiosa e assumiria proporções mundiais.

Francisco!

O Mundo tornou-se mais complicado na última década, mais difícil de entender. Que todos se encontrem em Paz para celebrar a Esperança. Que todos, terminados os abraços, regressem em Paz.

MADDIE: DEZ ANOS DEPOIS

Uma investigação que começou torta. Que hoje vive de estrebuchos e vagas declarações sobre verdadeiros delírios que nada têm a ver com investigação criminal e, apenas, se situam no território da fé.

O Tempo das Flores

Uma esperança iluminada que sacudiu o País abrindo as mãos cheias de humanidade e de sorrisos.

Outra vez Maddie

Desta vez, foi a ama da miúda que falou. E o que disse? Nada. Recordou os primeiros momentos de procura da criança desaparecida, a aflição dos pais, as buscas feitas no aldeamento e redondezas.

Férias destruídas

É pena ver regressar jovens com as suas expectativas destruídas por si próprios. Ao menos que valha como lição para os próximos finalistas que noutra Páscoa qualquer partam para celebrar a vida em festa.

Joelhada

A violência da agressão foi de tal monta que a PSP entrou em campo e prendeu o agressor em flagrante delito. Nunca se vira coisa assim, no futebol cá do burgo.

TRAGÉDIAS TRIVIAIS

Numa semana morreram seis pessoas tendo como ligação afetos comuns, pertença da mesma comunidade e das mesmas famílias.

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável