pub

Micaela condenada a pagar após concerto solidário

Micaela deu um concerto solidário em 2012 mas o representante da associação que a convidou acusa-a: "Onde está o dinheiro?", questiona Carlos Quaresma

O emigrante na Suécia é o representante, em Portugal, da AGAPE, uma associação solidária que se dedica a ajudar deficientes motores carenciados

A cantora, atualmente com 39 anos de idade, começou a ficar sem trabalho na música e emigrou para o Reino Unido, onde começou a fazer limpezas e a arrumar quartos em hotéis

Carlos Quaresma foi acusado, pela cantora, de ser um "burlão". Acabou por ser acusada, pelo emigrante, de difamação e agora foi condenada a pagar-lhe 20 mil euros de indemnização

Micaela teve um último momento de estrelato ao participar, em 2012, no programa 'A Tua Cara não me é Estranha', da TVI

José Orlando, manager e companheiro da cantora, garante, em declarações à imprensa, que Micaela vai recorrer da decisão do tribunal

A cantora garante que nunca recebeu qualquer pagamento pelo concerto. Ao saber, pela imprensa, que o Estado estaria a custear parte dos custos pelo transporte da ajuda para os deficientes, chamou "burlão" a Carlos Quaresma

Hoje em dia, Micaela já não vive da música mas não põe de parte reviver o sonho de ser artista popular

Notícia


Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável