pub

Não há familiares de Ronaldo feridos na Madeira

Clã Aveiro

Katia está de partida para o Brasil, onde irá dar alguns espetáculos, e partilhou uma fotografia nas redes sociais na tarde fatídica, onde mostra estar descansada

As festas da Senhora do Monte chamam todos os anos, ao Funchal, centenas de turistas e locais. O local estava cheio e a multidão fugiu, em pânico, por volta do meio-dia de dia 15 de agosto, após a queda do plátano

O acidente aconteceu por volta do meio-dia, quando a procissão se preparava para sair da igreja de Nossa Senhora do Monte. Um grande plátano caiu sobre a multidão, matando pelo menos 12 pessoas e ferindo 50

Há estrangeiros entre os mortos. As autoridades declararam alguns óbitos no local

A tragédia era anunciada. Segundo vários populares, no local, há 2 anos que o plátano estava preso por cordas. A árvore estava morta e oca, podendo cair a todo o momento

Funcionários da câmara municipal do Funchal cortam o que resta da árvore assassina

O presidente do governo regional, Miguel Albuquerque, a chegar ao local do fatídico acidente

As autoridades vedaram o local do acidente para evitarem mais danos

No local estão bombeiros, equipas de emergência médica e polícia

Miguel Albuquerque, líder do governo regional da Madeira, tenta inteirar-se de tudo o que aconteceu

Notícia


Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável