Notícia

Lifestyle

O chef português José Avillez vence "Óscar" da gastronomia

José Avillez recebeu através da Academia Internacional de Gastronomia um dos prémios mais conceituados no mundo da cozinha, tornando-se o primeiro português a ser galardoado.
06 de fevereiro de 2018 às 10:47
O chef francês que renunciou às 3 estrelas Michelin, Sébastien Bras O chef francês que renunciou às 3 estrelas Michelin, Sébastien Bras 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder 2 - “COZINHA EXPERIMENTAL” - A "cozinha experimental" é mais um dos argumentos da referida publicação. Nesta área o destaque vai para dois restaurantes do chef José Avillez: Belcanto e Cantinho do Avillez. No entanto, o bacalhau, as bifanas, bem como, os famosos pastéis de Belém não são esquecidos 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder O chef nortenho, Rui Paula, que ganhou a sua primeira Estrela Michelin em 2016 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder Ljubomir Stanisic é, neste momento, uma das figuras mais populares da televisão portuguesa, devido ao programa da TVI 'Pesadelo na Cozinha'. Mas os portugueses, segundo o jugoslavo, não irão vê-lo tão cedo noutro programa José Avillez e Ljubomir Stanisic chegaram a ser sócios mas a diferença de feitios tornou-os incompatíveis Chef Rui Paula A TVI corre o risco de levar um gesto destes de Ljubomir Stanisic quando quiser negociar a segunda temporada. Da falência, o 'chef' auto didata passou ao sucesso e afiança não trabalhar por dinheiro. 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder O chef Kiko 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder O chef José Avillez é considerado uma das grandes referências da cozinha em Portugal 'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder Chef Henrique Sá Pessoa no restaurante Alma Chef Miguel Vieira O 'chef' Vítor Sobral já conta com imensas distinções ao longo da sua carreira e não se cansa de elogiar o pupilo Ljubomir Stanisic A chef Justa Nobre O chef Pedro Pena Bastos Chef Cordeiro no restaurante Porto Sentido, temporariamente encerrado O chef Ricardo Costa foi revelação do ano em 2016 e já conta com duas Estrelas Michelin O chef ribatejano Rodrigo Castelo O chef Vítor Matos é cozinheiro de alta cozinha, arte alimentar e gourmet O Chef Rui Martins
'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder

José Avillez, de 38 anos de idade, acaba de ser distinguido com o prémio de ‘O Gran, Prix de L’Art de La Cuisine’ um dos maiores prémios internacionais a nível gastronómico, que distingue os "grandes artistas da cozinha contemporânea". A academia internacional sediada em França premeia e promove as cozinhas nacionais e regionais bem como a sua herança por todo o mundo.

José Avillez, com a missão de elevar a cozinha portuguesa e contribuir para que Portugal seja eleito um destino gastronómico de excelência, acabou por ver o seu sonho tornado realidade, ao ser eleito o primeiro chef português a receber o prémio da académica.

Cortar os cogumelos Portobello finamente Deixar cozer o arroz lentamente juntando caldo e os cogumelos No final juntar o queijo parmesão e servir o risotto de Cogumelos Portobello, Aroma de Trufa, Manjericão e Pancetta, do chef José Avillez
Risotto de Cogumelos Portobello, Aroma de Trufa, Manjericão e Pancetta de José Avillez

O nome do português junta-se assim a chefs internacionais como é o caso de Alain Ducasse, Ferran Adriá, Massino Bottura, Joan Roca, René Redzepi, Grant Achatz e Alex Atala, que também foram distinguidos com o mesmo galardão em edições anteriores.

"Agradeço à Academia Internacional de Gastronomia por esta distinção. Temos trabalhado com o objectivo de promover a gastronomia Portuguesa no mundo e este prémio é um importante reconhecimento do caminho feito. Certamente ajudará a dar ainda mais visibilidade à cozinha Portuguesa", revelou o chef português, orgulhoso com a distinção.

Recorde-se que José Avillez tem vários restaurantes em Lisboa e no Porto, mas é Belcanto, em Lisboa, que tem encantado a boca do mundo, sendo o único espaço português destacado na ‘The World’s 50 Best Restaurants’, onde ocupa o 85.º lugar.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável