Notícia

Óbito

A grande mágoa de Roberto Leal! Conquistou o Brasil mas nunca foi reconhecido por Portugal

"Nunca pensei que ser português era tão difícil. Pensei que bastava nascer na nossa terra, amá-la e defendê-la, mas as pessoas continuaram a chamar-me brasileiro", disse com lágrimas nos olhos falando da injustiça de um país que se mostrava envergonhado da sua pessoa.
15 de setembro de 2019 às 16:23
Roberto Leal, a voz portuguesa que encantou o Brasil
O cantor morreu no Brasil vítima de cancro aos 67 anos de idade.
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal, de 67 anos, morreu esta madrugada no Brasil, o país que o acolheu e lhe deu a glória. Morreu sem realizar o sonho de ser totalmente aceite pelo país onde nasceu e do qual tanto se orgulhava. Portugal continuava a vê-lo como um brasileiro, conforme revelou emocionado numa entrevista que concedeu à RTP, em 2012.

"Eu quero ser português! Nunca pensei que ser português era tão difícil. Pensei que ser português era nascer na nossa terra, amá-la e defendê-la, mas as pessoas continuam a chamar-me de brasileiro", admitiu com os olhos cheios de lágrimas. 



António Joaquim Fernandes, nome de batismo, nasceu em Vale da Porca, Trás-os-Montes, num ambiente profundamente rural e marcado pela miséria. Aos 12 anos, fugiu da pobreza rumo ao Brasil e foi lá que nasceu Roberto Leal. Um cantor que nunca renegou as suas origens portugueses. Pelo contrário, que sempre as enalteceu... mesmo quando era gozado pela sua portugalidade.

Roberto Leal escondeu cancro durante 2 anos
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
Roberto Leal
"Sou vaidoso. Sempre quis que olhassem para mim, porque se olhassem para mim poderia dizer de onde vinha e ao que vinha", contou na mesma entrevista à estação pública na qual se defeniu como "brasuca lusitano, portuga tropical, alfacinha baiano".



Amália Rodrigues disse-lhe uma coisa que nunca mais esqueceu: "Você é a vingança dos portugueses no Brasil". Esse era o seu grande orgulho!

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Anónimo Há 1 semana

À espera do dia em que a xenofobia seja reconhecida tal como é : coisa de gente ignorante que se acha melhor que outros, mas que na realidade é pior.

luis Ribeiro ribeiro Há 1 semana

Estava a espera de alguma coisa deste pequeno e insignificante e pobre país chamado Portugal Kkkkkkk Morreu No Brasil dos indios mal educados ..triste fim

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;