Notícia

Escândalo Sporting

A guerra continua. Bruno de Carvalho volta a acusar jogadores

O presidente do Sporting não se cansa de atirar para todo lado e já reagiu à saída de Rúben Ribeiro. "O que andam a prometer a estes atletas que estão a arruinar as suas carreiras?"
14 de junho de 2018 às 18:25
Diante das 2 novas rescisões esta quinta-feira, 14, Bruno de Carvalho voltou ao Facebook para continuar a guerra contra os jogadores. 

O presidente do Sporting criticou a carta de rescisão de Rúben Ribeiro, argumentando que não existe justa causa. 

"As cartas [de rescisão] até agora recebidas utilizaram todas a mesma minuta... Isto está numa loucura total. Vale tudo. O que andam a prometer a estes atletas que estão a arruinar as suas carreiras?", questiona na declaração.

"Mensagens trocadas entre mim e Rúben Ribeiro não deixam qualquer dúvida de não existir justa causa de nada. Que tristeza o que estão a fazer ao SCP", acrescenta. 

O presidente do Sporting coloca em anexo imagens das suas conversas com Rúben no WhatsApp antes e após a invasão violenta em Alcochete do mês passado, que motivou a anulação do contrato de 8 jogadores, bem como do treinador Jorge Jesus, por receios sobre a salvaguarda da segurança e integridade pessoal.

Depois da saída de Rúben Ribeiro, esta manhã, o argentino Rodrigo Battaglia também enviou uma carta de rescisão do contrato, juntando-se assim a Rui Patrício e Podence, os primeiros a entregar as cartas, seguidos de William, Gelson, Bruno Fernandes e Bas Dost.


Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável