Notícia

Reconciliação

Guerra de saias por Bruno de Carvalho! Já temos 3 mulheres ao barulho

Depois da duras acusações da ex-mulher bielorrussa e de Joana Ornelas ter batido com porta e saído de casa, eis que surge em cena a ex-mulher Cláudia Dias Gomes. Saiba toda a história.
12 de agosto de 2018 às 10:43
São muitas as polémica em que Bruno de Carvalho tem estado envolvido nos últimos meses. Destroçado com o final do seu percurso no Sporting, o antigo líder leonino tem agora que enfrentar mais um drama na sua vida pessoa. 

Casado há menos de um ano e meio com Joana Ornelas, o 'ex' presidente dos Leões está agora a passar por um novo processo de divórcio. Segundo a revista 'Vidas' do Correio da Manhã, foi a antiga companheira de Bruno de Carvalho que decidiu pôr um ponto final na relação e sair de casa com a filha de ambos, de apenas 4 meses. "Foi a Joana que saiu de casa. A verdade é que há muito que não aguentava a pressão. Viveu um pesadelo no úlimo ano, revela fonte próxima do casal. 

A carregar o vídeo ...
Para os amigos, este fim já não é uma novidade. O que realmente os surpreendeu foi a reaproximação de Bruno de Carvalho à ex-mulher, Cláudia Dias Gomes. Segundo a mesma publicação, a passar por divórcio, foi à mãe da filha Diana, que o antigo líder leonino procurou consolo e está a fazer tudo para a reconquistar e está arrependido da separação. 

Nas redes sociais, Cláudia Dias Gomes deixou uma frase enigmática, provando que há uma reaproximação do ex-marido. "Há quatro coisas que não consegues recuperar. Uma pedra depois de atirada, a palavra, depois de dita, a ocasião, depois de a perderes e o tempo, quando acabou", dando a entender que, para já, não pensa voltar em reconciliar-se com Bruno de Carvalho. 

Segundo a mesma fonte, esta reaproximação foi também um dos motivos para que Joana Ornelas tenha decidido colocar um fim na relação.

Mas a guerra de mulheres não se fica por aqui. Nos últimos dias, entrou em cena a bielorrussa Irina Yankovich, a primeira mulher do ex-presidente do Sporting e mãe da sua filha mais velha, Ana Catarina, que fez duras críticas a Bruno de Carvalho: "O Bruno, com a sintomatologia da doença que tem, culpabiliza sempre os outros, incluindo as companheiras, por todos os males que se passam com ele. A doença dele é progressiva e não tem cura".

Críticas que obrigaram a filha, de apenas 15 anos, Ana Catarina vir a público defender o pai e atacar a mãe. "Não prestas! Que duro é ter uma mãe deste baixo nível".

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável