Notícia

Polémica

Bruno de Carvalho em guerra com ex-mulher pela guarda da filha

O presidente do Sporting trava outra batalha que lhe está a dar muitas dores de cabeça, está em guerra com Cláudia Dias Gomes pela custódia de Diana, de 3 anos.
17 de maio de 2018 às 20:42
A somar-se a todas as polémicas à volta do Sporting, com os protestos em Alvalade e pedidos de demissão, Bruno de Carvalho continua a luta em tribunal pela custódia partilhada da filha Diana, de 3 anos de idade. 

O próprio presidente do Sporting falou desta "guerra" com a ex-mulher durante a entrevista que deu ao 'Expresso'. Bruno começou por atacar a "amizade meteórica entre Cinha Jardim" – uma assumida benfiquista – e Cláudia Dias Gomes antes de dizer que esta relação "implica" uma mudança de postura da ex-mulher em relação aos dias em que ele vai buscar a pequena Diana.

"Implica o fato de a minha ex-mulher, de repente, achar que eu só posso ser pai da minha filha 67 dias por ano", conta, argumentando que em 2016, na altura do divórcio, os 2 assinaram esta decisão, tomada por uma juíza. 

"Tínhamos o mesmo acordo que temos agora, mas era encarado de forma perfeitamente normal. E neste momento a minha ex-mulher decidiu levar o acordo de forma literal. E infelizmente está a ser apoiada por uma juíza que acha que uma pessoa pode ser pai 365 dias estando 67 com uma filha. Eu estou a pedir a guarda partilhada porque não acredito que se possa ser pai em 67 dias", declara.

"Isto não se faz... Vocês estão habituados aos presidentes que têm fortunas, negócios e então acham que podem atacar todos de forma igual. Ainda não perceberam que a minha vida é esta. Não alterei absolutamente nada. E infelizmente não posso ir à Quinta das Conhas, a um café ou jantar fora com as minhas filhas sem segurança. Se quiser ir jantar – com segurança – tenho de ir para os restaurantes mais caros. Como se tivesse possibilidades para fazer isso. Não tenho", acrescenta Bruno de Carvalho

O líder leonino acrescenta que está a ser "muito prejudicado". "Porque ninguém normal toma uma decisão como a desta juíza sobre a minha filha, quando a jurisprudência diz que o ideal é a guarda partilhada", finaliza.

O QUE DIZ CLÁUDIA DIZ GOMES?

Recentemente, Cláudia Dias Gomes colocou uma declaração no Facebook negando as acusações de que estaria a afastar Diana do pai. "É totalmente falso que tenha colocado qualquer ação judicial ao pai da Diana. É deploravel a acusação ou a alusão feita seja por quem for, e através de que forma for, de que alguma vez tenha impedido ou queira impedir a Diana de ver o pai".

A ex-mulher de Bruno de Carvalho explica que ação judicial de Bruno de Carvalho tem "o intuito de resolver questões pontuais". 

Cláudia, que esteve casada por quase 10 anos com o pai da sua filha, também tem se manifestado contra as últimas polémicas no Sporting, descrevendo as agressões contra os jogadores e equipa técnica em Alcochete, de dia 15, como "vergonha e tristeza". "Isto não é o Sporting Clube de Portugal", lamenta-se CláudiaDias Gomes.

Bruno de Carvalho é ainda pai de Catarina, Margarida e da bebé Leonor – a primeira filha do dirigente sportinguista com a nova mulher, Joana Ornelas.

A carregar o vídeo ...
;
Toda a história na edição desta semana da TV Guia, já nas bancas.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável