Notícia

Polémica

Condenado: Neymar derrotado pela justiça brasileira

O jogador do Paris Saint-Germain não quis pagar o nascimento do filho, David Lucca da Silva ao médico obstreta e acabou condenado a pagar uma quantia milionária.
24 de maio de 2019 às 14:47

Neymar volta a estar nas bocas do mundo, mas desta vez não é por causa de relacionamentos... é por dívidas. O craque do Paris Saint-Germain não pagou ao obstetra, Herbert Kramer, que realizou o parto de David Lucca da Silva Santos, filho de Neymar, fruto da relação do jogador com Carolina Dantas.

O brasileiro foi pai há 8 anos, David nasceu a 24 de agosto de 2011 no Hospital São Luís, em São Paulo. Nessa data assinou um acordo com o obstetra, mas Neymar nunca cumpriu os deveres acordados entre ambas as partes relativamente ao valor que era pedido por todo o trabalho da equipa do médico Herbert Krame.

Neymar acusava o médico de estar a aproveitar-se da carreira dele para se promover e exigir um valor muito alto. Herbert Kramer entrou com um processo na justiça brasileira contra Neymar na justiça brasileira com provas contra o jogador.

Os tribunais deram agora o processo por encerrado com o obstetra a sair vencedor: Neymar tem agora 5 dias para pagar mais de 10 mil euros.

 




A Justiça aceitou todas as justificativas do obstetra e ao decretar a sentença o juiz responsável pelo caso ainda deu uma 'puxada de orelha' em Neymar, que terá cinco dias para realizar o pagamento. "Ainda que não concordasse com o valor, é lamentável que, decorridos mais de cinco anos da prestação dos serviços, o demandado não tenha até aqui, feito qualquer proposta firma para remunerar os profissionais que trabalharam no parto do filho", escreveu.




Neymar y su padre justificaron entonces que ese dinero "era mucho", "no por el trabajo desarrollado ni por la dedicación del equipo, sino por los parámetros y comparaciones que teníamos". Los Neymar criticaron entonces que el médico justificó esos 10.000 euros por "el riesgo de realizar el parto del hijo de Neymar Jr, una celebridad""Siempre nos ofrecemos a pagar, pero pagar lo justo", explicaban entonces el futbolista y su padre mediante un comunicado publicado tras la sentencia de 2016.


Neymar tendrá que pagar. La justicia brasileña determinó hace más de un mes que el futbolista del PSG no había pagado por los servicios del médico que atendió el parto de su hijo Davi Lucca en 2011 en el Hospital São Luiz de São Paulo, unos emolumentos que ascienden a 46.000 R$, que llevados a euros suponen una cifra superior a los 10.000 €.

Tal y como ha revelado el medio brasileño UOL, la justicia brasileña habría investigado para conocer si el exjugador del FC Barcelona pagó o no al doctor Herbert Kramer, el hombre que intervino en el nacimiento del pequeño que ahora tiene 8 años y que nació fruto de la relación de Neymar con Carolina Dantas, cuando el futbolista contaba con 19 años.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Anónimo 24.05.2019

o neymar deve pensar que o medico trabalha de borla ele faz publicidade e ganha milhares mas para pagar a um simples medico julga que e uma quantia elevada sinceramente continuo achar que e um pessimo jogador e que tem a mania que e um gala e o melhor do mundo basta ser brasuca

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável