'

Notícia

Atualidade

David Carreira sofre ainda com a morte da irmã: "Não está na altura de sorrir"

Foi com muita dificuldade que David Carreira entrou num estúdio para começar a gravar novas músicas. Tudo porque achou que não ia ter forças nem era altura para se sentir ainda feliz.
28 de fevereiro de 2021 às 13:52
David Carreira não querer sorrir por causa da ausência da irmã
David Carreira, Sara Carreira
David Carreira, Sara Carreira
David Carreira
david carreira
Sara Carreira, David Carreira
david carreira
David Carreira
David Carreira
David Carreira
David Carreira
David Carreira, Sara Carreira
David Carreira, Sara Carreira
David Carreira
david carreira
Sara Carreira, David Carreira
david carreira
David Carreira
David Carreira
David Carreira
David Carreira

O mês de dezembro ia ser um mês de música, alegria e muito trabalho para David Carreira. Mas a morte da irmã, dia 5, no trágico acidente de automóvel na A1, deixou-o de rastos.

O também ator afastou-se por completo de tudo – exceto da novela da TVI, 'Bem Me Quer', à qual regressou semana e meia depois por razões contratuais –  e mergulho numa tristeza profunda, como revelou na última parte do documentário 'Os Sonhos Não têm Tecto'.

O cantor e ator revela que antes da tragédia "tinha planos" para escrever o álbum '8' e conseguir "entregá-lo mais ou menos em março", mas a tragédia deitou tudo por terra.

A carregar o vídeo ...

Só no final de janeiro, motivado pelos amigos, acabou por voltar a estúdio. "Acho que sozinho não ia conseguir voltar. Se não fosse esta família que se foi criando, amigos… De repente passou de amizade para uma sensação de união", revelava no documentário. "E se não fosse com eles tenho a certeza que não ia conseguir tão cedo voltar a compor", desabafou.

Contudo, quando em janeiro entrou no estúdio, local que tanto ama, e que o fez feliz tanto tempo, estava baralhado pois achava que não estava a ser correto com a irmã pois "ainda não estava na altura de voltar a sorrir".

A carregar o vídeo ...

O cantor e ator revelou que estar no estúdio era sempre um momento bom, e que aquelas pessoas de quem se rodeou foram sempre quem lhe conseguiu arrancar uma gargalhada mesmo quando as coisas não estavam bem no passado.

Mas agora hesitava. "São pessoas que me conseguem arrancar um sorriso, mesmo quando eu acho que ainda não está na altura de sorrir, o que é estúpido. Mas senti isso, que ainda não estava na altura de sorrir", deixou escapar, revelando contudo já estar a trabalhar.

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever