Notícia

Polémica

Depois do escândalo, quem é a nova mulher forte da Raríssimas

A nova presidente da Raríssimas já tomou posse. Saiba quem é a nova mulher forte da associação deixada por Paula Brito e Costa depois do afastamento por alegada má gestão.
06 de janeiro de 2018 às 19:13

Com o afastamento de Paula Brito e Costa da liderança da associação Raríssimas por suspeitas de má gestão – um escândalo financeiro que levou à demissão do secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado –, um grupo de pessoas avançou para a direção da Raríssimas e assim dar continuidade ao trabalho desenvolvido pela instituição com crianças que têm doenças raras.

Sónia Laygue foi eleita a nova presidente da Raríssimas durante a Assembleia-Geral Extraordinária da organização, na sequência da polémica com a antiga dirigente Paula Brito e Costa. Da nova direção fazem parte ainda por três funcionários e um outro pai de uma criança acompanhada na Casa dos Marcos, na Moita.

Mas quem é, afinal, Sónia Margarida Laygue?

A nova presidente da Raríssimas tem 37 anos de idade, é formada em Sociologia do Trabalho, pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa e trabalhou numa seguradora.

Sónia é mãe de uma menina de 3 anos, com uma doença rara, ainda desconhecida, e foi através da sugestão de uma amiga que chegou à Raríssimas, associação apadrinhada por Maria Cavaco Silva.

A carregar o vídeo ...

A nova presidente da associação tomou posse sexta-feira, 5 de janeiro, e disse estar pronta para enfrentar o desafio. "Desde que haja vontade dá para sair [desta situação]. Podemos não ter formação técnica e jurídica, mas temos vontade", referiu.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável