Notícia

Polémica

Escândalo! Cecília Carmo revolta-se contra hospital, depois da filha ter sofrido acidente grave

A filha da antiga jornalista da RTP teve, na passada noite, um acidente de viação e teve que ser assistida no Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Revoltada com as condições na unidade hospitalar, Cecília Carmo escreveu uma carta ao Ministro da Saúde. Leia as duras palavras.
21 de setembro de 2018 às 19:56
Depois de filha sofrer acidente grave, antiga jornalista da RTP revolta-se contra hospital
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecilia Carmo, Filha, Acidente, Hospital, Jornalista, Revolta, Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes
Cecília Carmo, a antiga jornalista da RTP, viveu um episódio menos feliz na noite de quinta-feira, dia 20. 

Depois de ter recebido a triste notícia de que a filha tinha sofrido um acidente de viação que teve como consequência imediada um episódio de perda de consciência, Cecília Carmo teve que se deslocar com a mesma até ao Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Durante a madrugada assistiu a várias situação que lhe causaram revolta. Indignada, a antiga jornalista decidiu escrever, na sua página de Facebook, uma carta aberta ao ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes. "Sr. Ministro, e
screvo-lhe esta carta, depois de ter passado várias horas da última noite/madrugada no Hospital de Santa Maria em Lisboa, instituição que tão bem conhece.E passo a explicar o porquê desta minha decisão", começa por escrever. 

Depois de contar o acidente de viação, Cecília Carmo conta o que se sucedeu na unidade hospitalar, onde teve de aguardar durante largas horas para que a sua filha fosse observada por um clínico. "
Chegou ao hospital, já consciente, mas com um pré-diagnóstico de traumatismo craniano (que graças a Deus, também não se veio a confirmar). Deitada na maca (imobilizada) e depois da triagem feita por uma enfermeira, foi encaminhada para a urgência para ser observada por um médico. Sr. Ministro. Sabe quanto tempo esteve a minha filha à espera da primeira observação por um médico? 3 (três horas)! Repito: 3 horas à espera para uma primeira observação com um pré-diagnóstico de traumatismo craniano!"

Cecília Carmo faz mesmo o diagnóstico do problema: falta de médicos. "E sabe porquê? Porque naquela urgência só estava mesmo um médico a receber e observar todos os doentes traumatizados que íam chegando ao hospital. Escusado será dizer que, sem mãos a medir."

A antiga jornalista continua o relatório do caos e da falta de condições de um dos maiores hospitais do país e põe o dedo na ferida. "Há uma palavra que prezo muito: DIGNIDADE. Aquilo que vi ontem nas urgências de um hospital central do país não é digno de ninguém. Nem dos profissionais de saúde, sobre os quais nada tenho a apontar, apenas a elogiar (todos!), nem dos familiares dos doentes (que tudo fazem para agilizar as barreiras que encontram enquanto esperam e desesperam), mas principalmente para os pacientes."

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;