Notícia

Drama

Michael Bublé fala, pela primeira vez, sobre o "inferno" da luta do filho contra o cancro

Agora, que espera a chegada do 3.º filho do casal, o cantor canadiano recorda a dor que foi lutar ao lado de Noah para combater um tumor no fígado. Na altura, o menino tinha apenas 3 anos de idade.
12 de julho de 2018 às 17:29
Michael Bublé quebrou finalmente o silêncio sobre o drama que viveu ao ver o filho mais velho lutar contra um cancro no fígado por mais de 1 ano.



O cantor de 42 anos de idade revelou em declarações ao 'Herald Sun' que viveu "um inferno" ao receber o diagnóstico de Noah em fevereiro de 2016. "Não falo nem com os meus amigos sobre toda a história porque isto ainda dói muito. É o meu menino. Ele é um super-herói, não precisa de viver tudo isso de novo. E vivi um inferno. Aliás, o inferno parece ser um lugar melhor em comparação com o momento que passamos", desabafou.

O período foi marcante ao ponto de o cantor pensar em abandonar a carreira. "Eu realmente pensei que nunca mais iria voltar à música. A família é o mais importante. A saúde dos meus filhos está em primeiro lugar. A relação que tenho com a minha família – a minha mulher, a minha fé – tudo isso está sem dúvida em primeiro lugar". 

Este fim de semana, o artista deu um espetáculo para mais de 80 mil pessoas em Dublin. 

Michael e a mulher, Luisana Lopilato, são pais de Noah, de 4 anos Elias, de 2 e estão à espera do terceiro bebé, uma menina.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável