Notícia

Preocupação

Papa Francisco dá sinais de cansaço antes de vir a Fátima

Na sua visita histórica ao Egito, o líder da Igreja Católica mostra-se mais debilitado do que é habitual. A frágil saúde do Papa começa a preocupar quem lhe está mais próximo.
29 de abril de 2017 às 12:46
Papa cada vez mais cansado
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
O Papa Francisco está a ser recebidas por milhares de peregrinos em Fátima.
Papa Francisco antes de estar tão cansado
Papa Francisco antes de estar tão cansado
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco

O Papa iniciou este fim de semana uma viagem histórica de 27 horas ao Egito. À sua chegada o Sumo Pontífice deu mostras de um maior cansaço físico e, logo, os mais atentos preocuparam-se com o seu estado de saúde fragilizado.

Os quatro anos de pontificado têm valido a Francisco muito trabalho e dedicação e, é evidente, que isso vai deixando marcas pesadas no seu vigor físico. Além disso, acrescenta-se a isso uma idade, 80 anos, em que já não é aconselhada uma vida tão agitada. 

Dentro de dias, o Papa virá por menos de 24 horas a Portugal onde participará no centenário das aparições de Fátima. Depois do Egito, esta será mais uma viagem onde o "programa" lhe deixa muito pouco tempo para descansar. 

...
Papa Francisco

Contudo, o Sumo Pontífice parece não querer abrandar o ritmo e continua a operar uma verdadeira "revolução" no seio da Igreja Católica. É claro, que toda essa entrega e vontade de deixar "obra feita" acaba por abalar a saúde.

"SINTO QUE O SENHOR ME COLOCOU AQUI POR POUCO TEMPO"

É em alturas como esta, em que se denota uma maior fragilidade física, que as palavras de Francisco nos vêm de imediato à cabeça. Recorde-se que ano passado o Papa proferiu uma frase que inspirou preocupação: "Sinto que o Senhor me colocou aqui por um curto período de tempo, quatro ou cinco anos, e nada mais".

Além disso, o líder da Igreja Católica já falou abertamente da sua frágil saúde. É do conhecimento público que o Papa argentino teve de retirar um de seus pulmões quando ainda era um adolescente, na sequência de uma grave infecção. Além disso, já admitiu que sofre dos nervos.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável