Notícia

Nacional

Pesadelo acabou! Acusação de violação de Cristiano Ronaldo não tem pernas para andar: "Suspeitas não podem ser provadas"

Decisão judicial foi agora conhecida.
22 de julho de 2019 às 20:05
A informação é oficial: foi retirada a queixa contra Cristiano Ronaldo por alegada violação de Kathryn Mayorga em Las Vegas. A revelação deste desfecho foi feita através das redes sociais pelo Ministério Público de Las Vegas, onde foi partilhado o comunicado que dá conta da decisão.

"As alegações contra Cristiano Ronaldo de ataque sexual não podem ser provadas para além de dúvida razoável", garantem as autoridades judiciais de Las Vegas.





"Um pedido para acusação foi submetido pelo gabinete do Procurador. Tendo em conta a informação apresentada até este momento, as alegações de abuso sexual contra Cristiano Ronaldo não podem ser provadas sem margem para dúvida razoável. Portanto, nenhuma acusação está prevista", revela o documento.

"Embora [a vítima] soubesse quem era a pessoa que a agrediu, recusou identificá-lo ou a revelar onde ocorreu o crime. Como resultado, a polícia foi incapaz de seguir protocolos de investigação para casos de agressão sexual ou para conduzir qualquer investigação significativa", escreve o procurador de Clark para justificar o arquivamento da queixa contra o atual jogador da Juventus.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável