Notícia

Polémica

Proprietário d'O Canela arrasa Ljubomir Stanisic: "Ele sobrevive à conta do nosso fracasso"

Manuel Canela acusa o chef de ter arruinado o seu negócio e garante que ele é o responsável por ter passado necessidades depois do programa ir para o ar
Por Carolina Pinto Ferreira | 17 de setembro de 2018 às 10:17
Quem assistiu à primeira temporada de 'Pesadelo na Cozinha' é impossível esquecer-se do restaurante O Canela, situado no bairro de Campolide, em Lisboa.

Um verdadeiro paraíso de baratas, foi considerado por muitos como um restaurante lixeira, pela sujidade da cozinha e pela falta de condições da própria comida. Passou mais de um ano desde que o programa foi para o ar, e a FLASH! falou agora com o proprietário do estabelecimento. 

Depois do episódio ter sido transmitido, Manuel viu o seu restaurante ser fechado pela a ASAE durante 9 meses. Foi sujeito a obras e reabriu há exatamente 9 meses também. 

No entanto, garante que desde que Ljubomir Stanisic esteve no seu estabelecimento, a sua vida virou um verdadeiro inferno. Sem papas na língua, Manuel Canela afirma que esta "foi uma experiência muito negativa" e que, desde então, "tem sido muito difícil reerguer o negócio".

A carregar o vídeo ...
O proprietário afirma também que "foi vítima das armações da produção" e que "nada do que passou na televisão é real". "Aquilo foi tudo feito! Não me deixaram limpar o restaurante na véspera do programa. Fizeram o que quiseram. Foram donos do meu restaurante por dois dias". Manuel Canela vai ainda mais longe e acusa a produtora de lhe ter estragado a comida para o efeito que prentendiam: "Desligaram-me os frigoríficos, não me deixaram vender um cabrito porque diziam que estava estragado e ainda, mandaram-me preparar um prato de um dia para o outro. Ele sabia que o frango tinha sido feito de véspera e agiu como se não soubesse. Foi uma grande armadilha. Correram comigo do restaurante. Quando voltei´para filmar, estava tudo imundo."

Quase que viu o seu negócio ir por água abaixo e acusa Ljubomir Stanisic de ser o culpado: "Ele sobrevive à conta do nosso fracasso e das necessidades dos outros. Mas não era um 'chef' daqueles que vinha mudar a minha vida. Quero é que ele tenha muita sorte e saúde."

A tentar reerguer o negócio, Manuel espera agora dias mais felizes: "Passei dificuldades. Foi avassalador economicamente."

Leia toda a história na TV Guia desta semana, já nas bancas!

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável