Notícia

Surpresa

Quim Barreiros vítima de assalto violento na América

Quim Barreiros, de 71 anos de idade, revelou que já foi assaltado três vezes nos EUA. Um dos assaltos foi bastante violento e envolveu uma arma de fogo.
Por Rui Teixeira | 23 de fevereiro de 2019 às 19:12
Quim Barreiros recorda terror vivido em assalto
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros
Quim Barreiros, de 71 anos de idade, revelou este sábado no programa 'Alta Definição', da SIC, que foi vítima de um assalto violento nos Estados Unidos da América.

"Depois do jantar fui buscar o carro que me tinham emprestado num parque de uma empresa de construção civil. Enquanto fui buscar a chave, um musico meu que ficou no portão foi logo atacado e roubado. Eles fugiram, entretanto eu apareço para o socorrer e os assaltantes voltam para trás e com um revolver começaram a agredir-me de todas as maneiras", contou Quim Barreiros.

"Eu tentava defender-me mas ainda fui bastante agredido. Enquanto um me batia outro roubava-me o que trazia, que era uma bolsa com os passaportes", descreveu o cantor, acrescentando: "Daí fui para o hospital. A polícia depois prendeu-os, que já andava no encalce deles. Eu estava no sítio errado à hora errada." 

Este episódio aconteceu 2016, quando o artista foi atuar em Las Vegas, mas não foi o primeiro incidente que o cantor pimba teve nos EUA.



"Já fui 50 vezes ao Brasil e nunca me aconteceu nada. Na América já fui assaltado três vezes. Outra vez no foi no Hawai, estava com o meu filho que queria ir surfar aquelas ondas gigantes. Deixamos as coisas no carro, quando voltamos não estava lá nada. A primeira aconteceu na Califórnia, em San Diego: fui comer a um fastfood e quando voltei ao quarto só lá estava a roupa da cama, de resto tinham levado tudo."

Apesar dos sustos, Quim Barreiros continua a dizer que adora atuar no estrangeiro.

E revelou o segredo do seu sucesso: "Não faço as músicas que gosto, para mim. Faço músicas para o povo gostar e comprar."

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável