Notícia

crime

Sentença anunciada! Diana Fialho condenada a 24 anos de prisão por matar a mãe

Iuri Mata, o marido e co-autor do assassinato, foi condenado a 23 anos de prisão.
30 de julho de 2019 às 08:57
Diana Fialho e Iuri Mata condenados a 24 e 23 anos de prisão
Amélia Fialho
diana fialho
diana fialho
diana fialho
diana fialho
Diana Fialho
Diana Fialho
Amélia Fialho
diana fialho
diana fialho
diana fialho
diana fialho
Diana Fialho
Diana Fialho

Foi divulgada esta segunda-feira a sentença de Diana Fialho e Iuri Mata, acusados de terem assassinado Amélia Fialho, a mãe adotiva de Diana, no Montijo, em setembro de 2018. 

O Tribunal de Almada condenou Diana Fialho a 24 anos de prisão e Iuri Mata a 23 anos de prisão.

Diana Fialho foi sentenciada por homicídio qualificado e profanação de cadáver, uma pena acrescida em relação ao arguido devido à "frieza" e "desrespeito" pela mãe adotiva, disse Nuno Salpico, presidente do coletivo de juízes.

Rosa Grilo e Diana Fialho, presas por crimes de homicídio, conheceram-se na prisão de Tires

No entanto, como ficou provado que Iuri foi co-autor do crime, o Tribunal condenou-o a 23 anos de prisão.

Segundo revela o 'Correio da Manhã', o despacho de acusação do Ministério Público, os arguidos "gizaram um plano para matar Amélia Fialho, de 59 anos, e, ao jantar, colocaram fármacos na bebida da vítima que a puseram a dormir", tendo depois desferido "vários golpes utilizando um martelo", que causaram a morte da professora.

Acusadas! Crimes macabros no feminino
Maria das Dores
Maria das Dores, david motta
Maria das Dores
Maria das Dores
Maria das Dores
Maria das Dores
Maria das Dores
Rosa Grilo
Rosa Grilo
Luís e Rosa Grilo
Rosa Grilo
Rosa Grilo
Rosa Grilo
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Diana Fialho
Diana Fialho
Diana Fialho
Diana Fialho com a mãe
Rafaela Cupertino
Rafaela Cupertino
Inês Cupertino, irmã gémea de Rafaela Cupertino
Maria das Dores
Maria das Dores, david motta
Maria das Dores
Maria das Dores
Maria das Dores
Maria das Dores
Maria das Dores
Rosa Grilo
Rosa Grilo
Luís e Rosa Grilo
Rosa Grilo, António Joaquim, tribunal
Rosa Grilo
Rosa Grilo
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Leonor Cipriano
Diana Fialho
Diana Fialho
Diana Fialho
Diana Fialho
Rafaela Cupertino
Rafaela Cupertino
Inês Cupertino, irmã gémea de Rafaela Cupertino

Após o homicídio, os arguidos embrulharam o corpo e colocaram-no na bagageira de um carro, deslocando-se até um terreno agrícola, em Pegões, no Montijo, onde, com recurso a gasolina, "atearam fogo ao cadáver".

Amélia Fialho era professora de Físico-Química na Escola Secundária Jorge Peixinho, no Montijo.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável