Notícia

Amigo Improváveis

Toda a verdade sobre Gonçalo, o miúdo a quem Fernando Póvoas deu a mão

Desempregado, a viver com os pais, o jovem do 'reality show' da SIC nem queria acreditar na oportunidade que estava a receber do médico portuense. Mas nem tudo foi fácil no arranque desta nova fase.
06 de abril de 2020 às 16:21
Fernando Póvoas em 'Amigos Improváveis - Famosos'
fernando povoas
Fernando Póvoas, médico, porto, amigos improváveis, sic, reality show, Gonçalo Figueiredo
fernando povoas
Fernando Póvoas
fernando povoas
fernando povoas
Fernando Póvoas, Ana Maria
Fernando Póvoas e mulher, Ana Maria, chamados à PSP para identificar os bens que lhes roubaram.
Fernando Póvoas
Fernando Póvoas, Ana Maria
fernando povoas
Fernando Póvoas, médico, porto, amigos improváveis, sic, reality show, Gonçalo Figueiredo
fernando povoas
Fernando Póvoas
fernando povoas
fernando povoas
Fernando Póvoas, Ana Maria
Fernando Póvoas e a mulher Ana Maria
Fernando Póvoas
Fernando Póvoas, Ana Maria
Gonçalo Figueiredo, o jovem lisboeta de 21 anos que foi escolhido por Fernando Póvoas, de 64 anos, para ser seu convidado no 'reality show' da SIC 'Amigos Improváveis - Famosos', foi agora convidado pelo especialista em emagrecimento para trabalhar na sua clínica, na capital, como rececionista.

"Efetivamente convidei o Gonçalo para trabalhar na Clínica de Lisboa porque achei que ele merecia dar-lhe uma oportunidade porque senti ser um bom menino. E assim trabalha comigo desde 5 de março e passou de amigo improvável a um colaborador de quem gosto muito", referiu o médico portuense à FLASH!.

A oportunidade surgiu depois do reality show da SIC. Gonçalo estava desempregado, a morar com os pais num apartamento. Tanto o pai como a mãe do jovem têm trabalho mas Gonçalo queria muito esta oportunidade. Mas nem tudo foi fácil. A reação inicial foi de surpresa: "Ele ficou atarantado, a olhar fixo para mim e a perguntar se estava a falar a sério. Nem sabia bem o que dizer. Disse-me que ia consultar os pais. Disse-lhe que falasse o que quisesse, mas avisei-o que queria que viesse trabalhar comigo."

Nos primeiros dias, Fernando Póvoas teve de impôr a autoridade para que as colegas aceitassem Gonçalo. "Começaram a dizer que não havia cadeira para o Gonçalo se sentar e então disse-lhes: ‘Não há cadeira, inventa-se uma cadeira’. Hoje, depois do Governo ter decretado o estado de emergência por causa da Covid-19, tenho cadeiras a mais porque quatro rececionistas foram para casa. Assim, o assunto da cadeira do Gonçalo ficou resolvido", refere Fernando Póvoas.

Na base desta decisão pesaram vários fatores. "O Gonçalo teve sempre um comportamento equilibrado, é educado e honesto. A minha mulher, as minhas filhas e a minha neta ficaram encantadas com ele. Até a minha empregada lhe fazia os miminhos todos lá em casa", conta Póvoas: "Confesso que até senti ciúmes: sou o dono da casa, mas ele é que parecia um príncipe."

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Emma Silva 08.04.2020

Olá, visite o novo site de namoro adulto - GetMeets.Com

Emma Silva 08.04.2020

Olá, visite o novo site de namoro adulto - GetMeets.Com

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;