'

Notícia

Casas Reais

A doença escondida de Lady Louise Windsor, a neta preferida de Isabel II

Afinal de que mal sofre a filha do príncipe Eduardo e de Sophie Rhys-Jones? A jovem tem apenas 17 anos mas já passou por muito sofrimento.
29 de abril de 2021 às 13:33
Lady Louise Windsor, a neta preferida da rainha de Inglaterra
A jovem, de 16 anos, é filha do príncipe Eduardo não tem o título de princesa.
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Lady Louise Windsor
Durante muito tempo, a filha mais velha do príncipe Eduardo e de Sophie Rhys-Jones não era vista em público. Sabe-se agora que isso se deve ao calvário que viveu devido a uma doença ocular.

A neta preferida da rainha II viveu durante muitos anos com um problema nos olhos, chamado esotropia.  As pessoas com esta doença tendem a ter um dos olhos virado para dentro, em vez de estarem virados para a frente em direção reta. Em casos raros, ambos os olhos estão virados para dentro causando deficiência visual.

Contudo, tudo isto pertence ao passado e passou a ser apenas uma má memória. Lady Louise teve de ser submetida a uma cirurgia corretiva que lhe permitiu recuperar totalmente as suas faculdades visuais.

Esta doença foi uma consequência da prematuridade, pois Sophie Rhys-Jones sofreu um descolamento de placenta quando estava grávida da primeira filha. Razão que obrigou a uma cesariana de urgência. Tudo isso teve um impacto na saúde da pequena Louise. "Bebés prematuros muitas vezes podem ficar semicerrados porque os olhos são a última coisa a ser realmente finalizada no bebé", garantiu a condessa de Wessex.

Acrescentou a mãe de Louise: "O estrabismo dela era bastante pronunciado quando era pequena e demorou muito a corrigir. Hoje ela está bem. e sua visão é perfeita", garantiu a mulher do príncipe André, falando da doença da filha.

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever