Notícia

mundial 2018

A vida dramática do guarda-redes do Irão. Foi pastor, sem-abrigo e hoje é um dos melhores do mundo

Cabe a Alireza Beiranvand a difícil tarefa de impedir que Cristiano Ronaldo e os restantes jogadores portugueses, marquem golos na baliza iraniana. Só que é a história de vida deste "gigante" que está a comover o mundo.
25 de junho de 2018 às 17:24
Conheça o guarda-redes do Irão: De sem-abrigo a estrela do futebol
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
 Alireza Beiranvand
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
Alireza Beiranvand,
 Alireza Beiranvand
O guarda-redes do Irão é um exemplo de paixão pelo futebol e de persistência. Mais do que o seu talento a defender as redes do seu pais, é a sua comovente e dramática história de vida que está a dar que falar no mundo inteiro. 

Alireza Beiranvand, nascido em Sarab-e Yas, é o filho mais velho de uma família de pastores e ainda menino foi obrigado a ajudar a família pastando o rebanho de ovelhas. Contudo, a sua grande paixão sempre foi o futebol. 

Aos 12 anos de idade decidiu seguir o seu sonho de ser jogador mas enfrentou a oposição da família: "Meu pai não gostava de futebol e queria que eu trabalhasse. Chegou a rasgar as minhas roupas e as luvas", revelou em entrevista recente ao jornal  britânico 'The Guardian'.

'Deus no campo'. Os melhores momentos de Ronaldo numa noite histórica
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
ronaldo
Decidido em realizar o seu sonho, fugiu de casa. Na viagem de autocarro em direção à capital do país, Teerão, conheceu um treinador que lhe deu a possibilidade de mostrar o seu talento num pequeno Vahdat. Só que o que ganhava era tão pouco que Beiranvand foi obrigado a viver na rua. 

Para sobreviver, o jovem Alireza teve de lavar carros, distribuir pizzas, numa fábrica e varreu as ruas da cidade. Só que nunca desistiu. Em 2015 foi chamado por Carlos Queiroz para defender as redes do Irão. Hoje diz sem hesitar: "Quero brilhar neste Mundial. Pode ser que chegue a um dos grandes clubes da Europa, como o Liverpool ou o Paris Saint-Germain".

Ainda nessa entrevista recente, o guarda-redes iraniano garantiu: "Sofri muitas dificuldades para realizar os meus sonhos, mas não tenho intenção de esquecê-las porque foram elas que fizeram de mim a pessoa que sou hoje".

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável